Série Heróis Esquecidos: Sd Xeuxis Veloso

Um dos heróis piumhienses

xeuxis

Considero heróis todos os integrantes da Força Expedicionária Brasileira (FEB) que, atendendo ao chamado da pátria, partiram para a Itália para defender os ideais democráticos na Segunda Guerra Mundial. Zeuxis Veloso e mais oito heróis saíram de Piumhi, minha terra natal lá no sopé da Serra da Canastra em Minas Gerais para integrar a FEB que partia para o “front” italiano. Já escrevi sobre eles em crônica anterior, mas menciono-os mais uma vez para que não sejam esquecidos – Além de Xeuxis, eram também piumhienses os sargentos Eurico Almada, Otávio Rodrigues, Donato Faria, Nilzo Alvim, Aduílio Gomes e os soldados Hugo Rocha, Vivaldo Evangelista e Clarindo Costa.

Zeuxis nasceu na vizinha cidade de Pains em 1923 e menino ainda foi para Piumhi, onde passou a infância com seus 12 irmãos. Seu pai, Pedro Alcântara Veloso, foi o fundador da corporação musical piumhiense, a Lira São José,  tendo sido o seu maestro durante 35 anos. Também compositor de grande talento, Pedro dedicou parte de sua vida à nossa banda e deixou um inestimável acervo de partituras de composições em vários gêneros. Era considerado um dos músicos mais talentosos do interior de Minas.

Com a eclosão da Segunda Guerra Mundial e a criação da FEB, Zeuxis, aos 20 anos de idade, foi convocado. Incorporou-se ao 11º Regimento de Infantaria de São João Del Rei  e embarcou para a Itália no 2º Escalão da FEB em 22 setembro de 1944 no navio americano General Meigs. Seria este também o navio que o traria de volta um ano depois. No front italiano sofreu as agruras da guerra e o intenso inverno de 1944 com temperaturas de até 20 graus negativos. Enfrentou o pesado fogo da artilharia alemã nas batalhas de Castelnuovo, Montese e Monte Castelo. Nesta última, a mais sangrenta da FEB, Zeuxis foi ferido por estilhaços de granada na cabeça na região de Guanela. Foi hospitalizado em Pistoia, onde foi tratado até voltar ao combate posteriormente.

Em junho deste ano estaremos comemorando 70 anos da Invasão da Normandia, que foi denominada Operação Overlord – o desembarque nas praias da Normandia de cerca de 170 mil soldados aliados. Essa gigantesca operação contribuiu decisivamente para libertar a França das tropas alemãs e estabelecer o início da derrocada do exército nazista até sua derrota definitiva que ocorreria menos de um ano depois.

A vitória aliada na guerra deveu-se à bravura e ao esforço de todos os homens que lá estiveram para enfrentar os regimes totalitários dos países do Eixo. E dentre eles, Zeuxis Veloso e mais oito heróis piumhienses.

Veja também:

Série Heróis Esquecidos: Sd João Moreira Alberto – 6º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Alberto Rossi – 6º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Abonilo Amaro de Melo – 1º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Humberto Alves Nogueira – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Arlindo Tavares Pontes – 1º RI

Série Heróis Esquecidos: Sg Nilo de Morais Pinheiro – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sg Max Wolf Filho – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sg José Fonseca e Silva – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Júlio Nicolau – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd João Nunes – 1º RI

Série: Heróis Esquecidos – Sd Olavo Soares do Amaral

Série Heróis Esquecidos: Soldado José Varela‏

Série Heróis Esquecidos – Tenente Deschamps

Colaborador: Marcus Vinicius de Lima Arantes

mv-arantes@uol.com.br

Fonte e ilustração: Coleção de Aventuras Nº 12 / Ed. Garimar


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

Weboy