Resumo Biográfico do herói José Venceslau da Costa

HISTÓRICO

MINISTÉRIO DO EXÉRCITO – EX – 4ª DE – 4ª BDA INF – 4ª RM – 11º BATALHÃO DE INFANTARIA

CÓPIA DA RELAÇÃO DE ALTERAÇÕES OCORRIDAS NO EX-11º RI COM O EX-COMBATENTE DA FEB

jose venceslau costa

(IG-298.933) – JOSÉ VENCESLAU DA COSTA.

ANO DE 1944

AGOSTO: A 14, foi incluído no estado efetivo do RI, 1º Btl. e 3ª Cia, onde se achava adido desde 21 /07/ 1944, tendo vindo com transferência de adido ao 2º RI. Durante o tempo em que ficou adido, verificaram-se as seguintes alterações: EM AGOSTO: A 03, deslocou-se com RI do acantonamento na Vila Militar às 05:00 horas da manhã, por ordem da 1ª DIE, para a região do Recreio dos Bandeirantes, onde acampou às 16:00 horas. A 05, regressou do acampamento. Ainda a14, tomou o nº 5.215. A 23, foi público ter apresentado sua declaração de herdeiros.

SETEMBRO: A 21, foi público ter se deslocado a 20 com o RI, de ordem superior, do acantonamento na Vila Militar (Morro do Capistrano), para bordo do navio americano “AP 116 General M. C. Meigs”.

OUTUBRO: A 23, foi público ter acompanhado o RI que, fazendo parte do Grupamento General Falconieri, deixou  o porto do Rio de Janeiro no dia 22 de setembro do corrente ano, a bordo do transporte Norte-Americano “Gen. M. C. Meigs” com destino ao teatro de operações na Itália, onde já se encontrava o 1º Escalão da FEB, tendo chegado ao porto de Nápoles as 07:30 horas do dia 06 do corrente. Foi feito o atracamento do referido transporte às 10:00 horas do dito dia, tendo o RI permanecido a bordo do mesmo até as 14:00 horas do dia 09, quando se transportou para os barcos “LCI” da Marinha de Guerra Americana, que o conduziria ao porto de Livorno. O movimento para Livorno foi iniciado às 08:10 horas do dia 10, tendo o comboio atingido aquele porto às 14:00 horas do dia 11, onde atracou às 19:00 horas. A tropa permaneceu a bordo dos referidos barcos até as 10:00 horas do dia 12,quando foi iniciado o desembarque da mesma. Desembarcada a tropa, foi a mesma conduzida em caminhões para o local “Staging Area” a oeste da cidade de Pisa (Vila Rossore), tendo acampado no mesmo dia, e onde, dissolvido o Grupamento Falconieri, passou a integrar o Grupamento Cordeiro. A 27, foi público fazer parte do 5º Exército Americano desde a sua chegada em Livorno, na Itália, e ficar sob o controle de operações do 4º Corpo.

NOVEMBRO: A 03, foi público ter sido extinto o Grupamento General Cordeiro, constituído pelos elementos do 2º Escalão da 1ª DIE, e, em consequência o 11º RI passou a fazer parte da IDE/1, comandada pelo Exmº Sr. General de Brigada Euclides Zenóbio da Costa. A 22, foi público ter se deslocado a 19, para o estacionamento nopovoado de Filettole. A 30, foi público ter se deslocado, às 07:30 horas para a região de Lustrola.

DEZEMBRO: A 09, foi público ter sido arquivada a sua declaração de herdeiros na SGMG, sob o nº
16.377. A 15, foi público ter baixado ao hospital, doente, em 08 do corrente. A 19, foi público ter tido alta do hospital a 17 do corrente, recuperado.

jose venceslau costa1

ANO DE 1945

JANEIRO: A 03, foi público ter o RI entrado em linha de fogo a 01/12/1944, no setor oeste, sendo considerado em combate.

FEVEREIRO: Sem alteração.

MARÇO: A 04, foi público ter se deslocado com o Btl. ainda como reserva do 4º Corpo, para a região de Vidiciatico em 27/02/1945. Ainda nesta data, foi público ter se deslocado em 02 do corrente, para Porretta Terme, à noite. A 11, foi público ter se deslocado em 03 do corrente, para Riola, onde tomou parte na substituição do 1º Btl. do 6º RI, em suas posições.

ABRIL: A 04, foi público ter se deslocado a 11/03/1945, de Riola, entrando em linha no sub-setor norte da DIE.

MAIO: A 06, foi elogiado nominalmente pelo Cap. Cmdt. da Cia, por ter sempre secundado com eficiência os sargentos nos comandos da respectivas frações e tomou parte em inúmeras patrulhas, com neve, demonstrando arrojo e muita resistência à fadiga. A 12, foi elogiado pelo Cmdt. da Cia, por ter completado 06 meses no Teatro de Operações de Guerra, demonstrando resistência, coragem, disciplina e muita noção do cumprimento do dever. Quer em ações ofensivas como defensivas, tornou evidente mais uma vez as qualidades do Infante Brasileiro, aclimatando-se aos rigores de um inverno a que não estava habituado e acostumando-se à guerra de montanhas, até então desconhecidas. A 29, foi louvado pelo Cmdt. da Cia, pelo espírito de sacrifício que soube demonstrar o sentimento de responsabilidade e, sobretudo a resistência à fadiga que deu sobejas provas, durante esta grande ofensiva, onde os deslocamentosa que foi submetido não o abateu fisicamente, estando sempre a cumprir as ordens dos chefes,
dando constantes provas de ser soldado de escól.

JUNHO: A 15, foi público os seguintes deslocamentos do 1º Btl.: em 10/03/1945, de Riola para Yola; em 14/04/1945, de Yola para I Bicocchi; em 20/04/1945, de I Bicocchi para C. Pianella; em 22/04/1945, de C. Pianella para a região de Monte Orsello; em 23/04/1945, da região de Monte Orsello para Cá di Sola; em 26/04/1945, de Cá di Sola para Maranella; em 24/04/1945, de Maranella para Casalgrande; em 26/04/1945, de Casalgrande para Monte Cavalo; em 27/04/1945, de Monte Cavalo para a região de San Polo D’Enza; em 30/04/1945, de San Polo D’Enza para Alessandria; em 30/04/1945, de Alessandria para Solero;
em 01/05/1945, de Solero para Torino; em 03/05/1945, de Torino para Alessandria. A 30, foi público ter se deslocado de Il Cristo (Alessandria), às 08:25 horas do dia 18 em caminhões, tendo chegado em San Rossore, região a oeste de Pisa, às 17:45 horas, onde acampou. Às 07:30 horas do dia 21,
deixou San Rossore em caminhões com destino a Livorno, onde tomou o transporte marítimo “Sestrieri” de nacionalidade italiana, sob o controle americano, com destino a Nápoles, cujotransporte levantou ferros às 12:00 horas do mesmo dia. Às 11:20 horas do dia 22, atracou no porto
de Nápoles, onde desembarcou às 16:16 horas, tomando caminhões que o transportou para a região de Francolise, onde chegou às 17:30 horas do mesmo dia.

JULHO: A 02, foi público ter sido desligado do 5º Exército e 4º Corpo.

AGOSTO: A 13, foi público ter sido indicado pelo Cmdt. do RI, para ser condecorado com a Medalha Americana – Estrela de Bronze (Bronze Star) – por serviço meritório em combate. A 16, foi público ter sido tornado sem efeito o seu desligamento do 5º Exército Norte-Americano.

SETEMBRO: A 27, foi público ter se deslocado a 04, com o RI, para bordo do navio americano “General M. C. Meigs”, tendo este transporte desatracado do porto de Nápoles no
mesmo dia, com destino ao porto do Rio de Janeiro, onde chegou às 07:30 horas do dia 17 do corrente, atracando às 08:30 horas do mesmo dia. Desembarcando às 11:30 horas do referido dia, o RI desfilou às 14:00 horas, sendo transportado para a Vila Militar, estacionando no Morro do Capistrano. Na mesma data, recebeu as 10:00 horas do dia 25, a “Medalha de Campanha”. A 30, foi público ter sido licenciado nesta data, por conclusão de tempo, sendo considerado Reservista de 1ª
Categoria, tendo recebido o Certificado Especial nº 11.265.
Acantonamento na Vila Militar, Rio de Janeiro, 30 de setembro de 1945.

(As) MANOEL FRANCISCO PACHÊCO – Capitão Ajudante do Pessoal

Enviado por Kleiton Matias


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

Free WordPress Theme