Palestra no SINDMAR – Navios mercantes brasileiros na WWII

Foi aberto ontem no SINDMAR o evento NAVIOS MERCANTES QUE FIZERAM HISTÓRIA, uma exposição de fotos do acervo do CLC Carlos Eugênio Dufriche. No evento, promovido pelo SINDMAR  e CCMM, o 1º Oficial de Máquinas da Marinha Mercante Marcus Vinicius de Lima Arantes, autor do livro TORPEDO, O TERROR NO ATLÂNTICO, fez uma palestra destacando aqueles navios que fizeram história entre os torpedeados na Segunda Guerra Mundial seja por um detalhe histórico ou por um ato de heroísmo de seus tripulantes:

1 – TAUBATÉ – Por ter sido o primeiro navio atacado pelos alemães. Diferentemente dos demais, que foram atacados por submarinos, o Taubaté sofreu um ataque aéreo em março de 1941, cerca de 1 ano antes da série de ataques pelos corsários do Eixo. Registrou-se no Taubaté a primeira vítima dos ataques – José Francisco Fraga

2 – BUARQUE – Por ter sido o primeiro da série de navios atacados por submarinos. Atacado e afundado pelo submarino alemão U-432 na costa leste dos Estados Unidos em 15.02.1942, com 01 vítima fatal

3 – CAYRU – Pelo ato de heroísmo de seu comandante, o CLC José Moreira Pequeno. Atacado e afundado pelo submarino alemão U-94 na costa leste americana em 08.03.1942, com 53 mortos.

4 – ALEGRETE – Por ter sido o navio-escola da antiga Escola de Marinha Mercante do Rio de Janeiro e pelos atos de heroísmo de seu comandante, o CLC Eurico Gomes de Souza e do 3º Maq Gisélio Bittencourt. Atacado e afundado pelo submarino alemão U-156 no Mar do Caribe em 01.06.1942, sem vítimas fatais.

5 – AFFONSO PENA – Pelo ato de heroísmo do 2º Of RT Pedro Mota Cabral. Atacado e afundado pelo submarino italiano Barbarigo na costa da Bahia em 02.03.1943, com 125 mortos.

6 – BAGÉ – Pelo ato de heroísmo do Praticante-Aluno de Máquinas Jorge Alves Pinto. Atacado e afundado pelo submarino alemão U-185 na costa de Sergipe em 31.07.1943, com 28 mortos.

Colaborador: Marcus Vinicius de Lima Arantes (mv-arantes@uol.com.br)

 

Veja também:

Série Heróis Esquecidos: Sd João Moreira Alberto – 6º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Alberto Rossi – 6º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Abonilo Amaro de Melo – 1º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Humberto Alves Nogueira – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Arlindo Tavares Pontes – 1º RI

Série Heróis Esquecidos: Sg Nilo de Morais Pinheiro – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sg Max Wolf Filho – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sg José Fonseca e Silva – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd Júlio Nicolau – 11º RI

Série Heróis Esquecidos: Sd João Nunes – 1º RI

Série: Heróis Esquecidos – Sd Olavo Soares do Amaral

Série Heróis Esquecidos: Soldado José Varela‏


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

2 comentários

  1. Paulo Paiva /

    Companheiros

    No dia 4/7/1945 o Cruzador “Bahia”, fundeado próximo aos Rochedos de São Pedro e São Paulo, servindo de orientação aos aviões americanos que vinham da Europa, explodiu, soçobrando em cinco minutos. Da tripulação de 382 homens, só 36 se salvaram. Com a guerra fazia dois meses que acabara, o fato foi atribuído a “incidente de tiro”. No entanto, agora com documentos argentinos tornados ostensivos, provo no livro “O Porto Distante”, que foi obra do submarino alemão U-530 e o porquê dos americanos encobrirem esse crime.
    O livro está a disposição através do e-mail paivap50@gmail.com
    Gratos,
    Paulo Paiva

  2. Thaís R D S /

    Bom, procuro o nome de José Pedro Pinheiro. ex combatente que está vivo da 2 Guerra Mundial que mora em salvador. Gostaria de pedir uma homenagem a este heroi cedo para que ele veja e presencie o reconhecimento de toda luta que passou.
    desde Ja,
    Grata.

Deixar um comentário

WordPress Themes