Heróis de guerra socorrenses invadirão o mundo das HQ

Heróis de guerra invadirão o mundo das Histórias em Quadrinho em publicação nacional

A Força Expedicionária Brasileira foi uma Divisão de Infantaria enviada pelo Brasil para lutar ao lado dos Aliados. O município de Socorro, no Estado de São Paulo, contribuiu para o esforço de guerra, enviando 6 socorrenses para o front italiano e 1 na defesa do litoral nordeste. Após o lançamento em 2011 do livro “Da Glória ao Esquecimento: os socorrenses na Segunda Guerra Mundial” pelo pesquisador Derek Destito Vertino, a publicação conquistou grande cobertura, reconhecimento e algumas conquistas: hoje eles são lembrados em uma placa inaugurada no Museu Municipal e no 8 de Maio, Dia da Vitória Aliada, na Câmara Municipal. Em breve, os heróis socorrenses convocados para a FEB serão homenageados em uma publicação nacional em Quadrinhos.

O HQ “1942 – O CONFLITO – A guerra que vivi” tem previsão de lançamento para 2013, contará com quatro capítulos e abordará a participação das Forças Armadas Brasileiras no maior conflito da História. A iniciativa do novo projeto é do Ilustrador e Designer Gráfico pernambucano, Marco Marins, um dos fundadores do grupo PADA (Produtora Artística de Desenhistas Associados) e Arte’D Estúdio. Marins teve passagem na Folha de Pernambuco, Editora de Pernambuco, agências de publicidade e na promoção de eventos. Após adquirir o livro de Derek e algumas orientações, Marins resolveu homenageá-lo como personagem da HQ, que resgata o pelotão de resgate do corpo do Sargento Max Wolf, morto em combate, símbolo do Exército Brasileiro.

Segundo o autor do novo trabalho “…o tema sobre o Brasil na 2ª Grande Guerra, não foi escolhido por acaso, nem por modismo, nem mesmo para provar ao mundo que brasileiro também sabe matar. Igualmente como todas as outras nações fazem. Mas sim para mostrar e relembrar ao nosso povo, que ser brasileiro é ter garra e determinação, na hora em que nosso espírito mais clama por aquilo que consideramos mais valioso! A nossa liberdade e o respeito pela vida. Homens e mulheres morreram numa guerra por uma ideologia imposta a eles, porém cada um com seus motivos, suas formas, lógicas e ópticas de ver a situação que viviam. O intuito dessa obra é de saber a verdade sobre nós brasileiros, saber que a guerra não acabou para o Brasil, quando acabou para resto do mundo.

Essa é uma obra que tem a finalidade de mostrar não só aos brasileiros, mas sim ao ser humano em todas as partes do planeta que não devemos ESQUECER que a guerra é o invento mais tolo já criado pelo homem! O projeto será uma ferramenta de orientação e reflexão sobre a Segunda Grande Guerra Mundial e o envolvimento da nação brasileira nesse conflito, incrementando o atual cenário das histórias em quadrinhos no Brasil, apresentando um trabalho gráfico de qualidade.  O HQ “1942 – O Conflito – A guerra que vivi”, mostra os acontecimentos utilizando os fatos reais e a ficção, de forma tal, mantém o clima de aventura, a seriedade e respeito à todos aqueles que viveram e morreram naquele conflito.

Mesmo aqueles que após o retorno a pátria mãe, continuaram a viver uma guerra. Fosse essa guerra social, judicial, moral e pessoal dentro de seu país. Ao perceberem que seu maior inimigo não estava apenas escondido no símbolo nazista, mas também naqueles que usaram da ambição em prol de seus objetivos e sacrificaram centenas de vidas brasileiras. No decorrer de todo trajeto histórico, o presente nos revela que por mais lenta que seja justiça divina, para nosso entendimento, com certeza ela não é falha como as leis dos homens…”.

Projeto HQ: 1942 – O CONFLITO, A Guerra que Vivi

Aos interessados em saber mais detalhes ou patrocinar o projeto: marcomarinshq@gmail.com / marcomarins@walla.com / artedestudio@gmail e kenparker@hotmail.com.br


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

4 comentários

  1. eu me lembro que nos anos 80 as revistas krypta e pesadelo tinham a historia da f.e.b quem se lembra do sargento moleza e seus soldados?,bacana este gibi viva a f.e.b

  2. Estou louco para o lançamento destas HQ’s. Parabéns pelo projeto.

  3. E eu? ainda mais que é outra vitória do meu livro ter a oportunidade de participar da publicação nacional de um colega

  4. Olá, sou paranaense, filha de ex-combatente, e fico muito feliz em saber que poderemos ver em quadrinhos feitos dos nossos esquecidos heróis, infelizmente esquecidos pelos próprios brasileiros que deveriam exaltá-los. Teremos mais uma forma de conhecimento sobre o que foi a vida desses homens brasileiros num campo de guerra. Vou adorar ter acesso a essas publicações. Parabéns pela iniciativa!!!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Projeto HQ: 1942 – O CONFLITO, A Guerra que Vivi | Portal FEB - O Portal da Força Expedicionária Brasileira - [...] Heróis de guerra socorrenses invadirão o mundo das HQ [...]
  2. Entrevista com Celso Menezes da HQ sobre a FAB – Jambocks | Portal FEB - O Portal da Força Expedicionária Brasileira - [...] do Ilustrador e Designer Marco Marins. Veja AQUI, AQUI e AQUI outras colaborações dele COMPARTILHE ESSE ARTIGO! …
  3. Entrevista com a equipe HQ 1942 – O CONFLITO: A Guerra que Vivi | Portal FEB - O Portal da Força Expedicionária Brasileira - [...] Heróis de guerra socorrenses invadirão o mundo das HQ COMPARTILHE ESSE ARTIGO! VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE …

Deixar um comentário

Premium WordPress Themes