General-de-Exército Paulo Campos Paiva

O General-de-Exército Paulo Campos Paiva foi declarado aspirante-a-oficial em 08 de janeiro de 1944, TURMA TUYTY DA ESCOLA MILITAR DO REALENGO, e foi voluntário para integrar a “FEB”, no 1º Regimento de Infantaria-REGIMENTO SAMPAIO, onde permaneceu de setembro desse mesmo ano até julho de 1945. Por seu desempenho na Campanha da Itália recebeu a Medalha Cruz de Combate, por ato de bravura. No diploma dessa medalha está assim escrito:

Por ter demonstrado espírito de sacrifício principalmente quando conseguiu colocar duas peças de canhão anti-carro na região de Colina e no comando de patrulhas, exercido voluntariamente e com muita coragem em situação bastante delicada

A comenda lhe foi concedida quando era 1º Tenente, em julho de 1947, pelo Presidente da República.

Comandou o batalhão do Regimento Escola de Infantaria, na República Dominicana; o 6º BC de Ipameri/GO (hoje sediado em Jataí/GO) e o Corpo de Cadetes da Academia Militar das Agulhas Negras/AMAN, por três anos (1968/1969/1970).

Foi promovido a general-de-brigada em 1975. Como general-de-divisão comandou a 5ª RM/DE em Curitiba/PR e, como general-de exército o então III Exército (hoje CMS). Foi ministro chefe do EMFA, de onde foi transferido para a reserva, em 1987.

Faleceu em 11 de agosto de 2005, na capital federal, tendo sido o 1º Presidente de Honra da Legião da Infantaria/Brasília, cargo que ocupou até essa data.

Colaborador: Paulo Ricardo Paiva/AMAN/1969


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

14 comentários

  1. Luiz Eduardo Rocha Paiva /

    Agradeço pela publicação do perfil de meu pai. Em 1987, quando passou à reserva, ele era o último remanescente da FEB na ativa.

    Sempre dizia a mim e a meu irmão “Nunca conflite com a sua consciência e você sempre terá orgulho de si próprio”.

    Gen Bda R1 Rocha Paiva

  2. paulo ricardo da rocha paiva /

    Agradecido pela publicação.
    Gostaria de sugerir a leitura do último artigo intitulado “MENSAGEM FINAL”,de autoria de meu pai, em

  3. paulo ricardo da rocha paiva /

    Agradecido pela publicação.
    Gostaria de sugerir a leitura do último artigo de autoria de meu pai, intitulado “MENSAGEM FINAL”, no qual êle deixa registrada toda a sua angústia quanto ao que já está acontecendo com o nosso País. Para tanto, basta acessar no “GOOGLE o seu nome completo -PAULO CAMPOS PAIVA_
    PAIVA, CEL INF E EM

  4. José Francisco Lamas Portugal /

    O Gen Paiva foi um grande homem, exemplo como militar e como homem.

  5. Luiz A Sodré de Castro /

    O Gen Paiva foi sempre uma referencia por sua crença no Brasil e no Exercito, exemplo de Soldado e de Chefe por seu elevado senso de justiça e por sua coerência.

  6. Continuo afirmando, fico tão orgulhoso destes homens corajosos, infelizmente estes verdadeiros heróis estão deixando este mundo devido as suas idades.
    Será que os jovens de hoje não tem vergonha… milhares de jovens pedem para ser dispensado do serviço militar, enquanto estes homens foram voluntários para deixar suas esposas, pais e mães para ir a um lugar que nem eles mesmo sabiam e nem mesmo se voltariam vivos.
    Aos familiares, por favor vamos postar a historia deles. AMO VOCES.

  7. Celio Salim Thomaz Júnior /

    O meu tio era um Grande brasileiro. Exemplo para todo o Exercito brasileiro. Chefe de Familia exemplar !!!

  8. Ítalo Pasini /

    Foi meu comandante, no então 6º Batalhão de Caçadores, em Ipameri – Goiás. Era muito respeitado e admirado, não somente pelo fato de ser o comandante, mas também por ser herói da FEB e pessoa de excelente trato.Foi paraninfo de minha turma, na formatura do Curso Técnico de Contabilidade, em 1967.
    Salvei as fotos em meu arquivo.
    Ítalo Pasini – Brasília – DF.

  9. Eduardo dos Santos /

    Grandes recordações ao ler este artigo, eu servi no 6º BC, nos anos de 71/72, não lembro do General, mas recordei na hora do Ítalo Pasini, gostava muito dele, lembro até quando fez um curso no SIGS em Manaus, houve um acidente e ele voltou bem abatido.

  10. Fabio Revell /

    Se tivéssemos meia dúzia de pessoas assim no senado nosso Brasil estaria em ótimas mãos e indo de vento e poupa , é de pessoas assim dignas que o Brasil precisa .

  11. Flavio Bonfá /

    Tive a honra de conviver com o Gal Paiva e sua família, como vizinho,no Lago Norte, em Brasília. Para mim foi um exemplo de brasileiro, raríssimo de encontrar. Eu ficava horas ouvindo suas opiniões e histórias, com a maior atenção. Só soube de seu passamento anos depois, para minha grande tristeza. Perdeu o Brasil, sem dúvida, uma pessoa de vida impecável e gloriosa.

  12. tereza de jesus e silva /

    eu quero agradecer o Gen. Paulo Campos Paiva, pelo tudo que ele fez em minha vida.Hoje agradeco a ele por tudo o que tenho e tudo que sou.Homem de justicia e grande humanidade.

  13. emilio nichele /

    Servi em 1988 na cia de comando da 5º RM/ Ctba – Pr. ,fui designado a atender como motorista o Gen. Paiva na sua estada aqui em Curitiba. Ele veio para uma comemoração da FEB , passou alguns dias e tive o privilegio de conversar com ele( inclusive em italiano ) onde ele contou suas experiencias na II guerra, assim como em sua brilhante carreira no EB.
    Nunca esquecerei isso, pois conheci um verdadeiro patriota e acima de tudo um Heroi de guerra!!

    Cb Nichele

  14. Reginaldo Luiz da Silva santos /

    Tenho orgulho do Gen Paiva, da Sra Regina, sua esposa e de todos seus familiares, quando servi na ativa com ele , ao ser Ministro do EMFA. ABRAÇO PARA ESSA FAMÍLIA ABENCOADA E MARAVILHOSA. SGT R/1 REGINALDO SANTOS. (R.SANTOS).

Deixar um comentário

WordPress Blog