DIP: O Dossiê Rússia

Por João Claudio Platenik Pitillo¹

Os acontecimentos na Frente Leste sempre fora acompanhados de perto pelas autoridades brasileiras. A luta travada pelos nazistas e pelos soviéticos era objeto de intensa atenção, como comprovam os arquivos do Estado Novo. O governo brasileiro tinha total compreensão de que seja qual fosse o vencedor naquele teatro de operações, ele iria se tornar uma potência mundial.

Assustado com o Levante Comunista de 1935 e o Levante Integralista de 1938, o Estado Novo manteve desde então, sob forte vigilância tudo que pudesse representar essas ideologias. Mesmo o integralismo que teve forte ascendência entre os funcionários públicos civis e militares, foi alvo de constante observação dos órgãos de Segurança.

Em documento datado de 10 de novembro de 1941 o DIP retratou o discurso do líder soviético Josef Stálin sobre a conjuntura de guerra e também sobre 24º aniversário da Revolução Soviética, tendo ainda anotado sobre a publicação na imprensa das cartas trocadas por Roosevelt e Stálin sobre a Lei de Empréstimo e Arrendamento que agora englobava a URSS.

Com a vitória soviética em Moscou no final de 1941 e a consequente entrada do Brasil na Guerra em meados de 1942. O governo brasileiro tomou medidas para impedir a propaganda do Eixo em território nacional. Assim como, se viu obrigado a lutar contra o prestígio soviético que só fazia crescer, ainda mais com a vitória em Stalingrado em 1942.

Com as constantes manifestações contra os ataques nazistas tomando as ruas das principais capitais do país, o governo Vargas assistiu a rearticulação do movimento comunista, agora entranhado entre os estudantes que formavam a vanguarda na luta contra o fascismo. Fortemente pressionado pelos ataques nazistas e a ameaça de uma “quinta-coluna”, o Estado Novo precisou aumentar a vigilância para deter as “ideologias alienantes”. Entretanto, o Exército Vermelho Soviético era uma realidade constante e incomoda para o governo brasileiro, apesar da censura.

No boletim do DIP de 5 de novembro de 1942, a ordem expressa para proibir toda e qualquer menção ao 25º aniversário da Revolução Soviética, assim como, o discurso do líder soviético Joseh Stálin. Podemos notar que nesse um ano o anticomunismo do Estado Novo ganhou novos contornos. A tão propagada paz interna que Vargas exaltava estava ameaçada e o Estado Novo passara a ser alvo de críticas por parte dessa massa de manifestantes que exigiam democracia.

Fonte: APERJ:

POL/POL- Setor DIVERSOS, Notação 7, Dossiê 1

POL/POL-DIP. Setor ADM., Notação 13, Dossiê 01

¹ Licenciado em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) em 2012. Tornou-se Mestre em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 2016 e é Doutorando em História Social pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO) onde concluirá seu curso em 2020. Em toda a sua carreira acadêmica tem como objeto a Segunda Guerra Mundial.

É autor do livro “Aço Vermelho – Os Segredos da Vitória Soviética na Segunda Guerra Mundial”, Multifoco, 2014. Organizador dos livros “A Segunda Guerra Mundial 70 Anos Depois”, Multifoco 2016,Josef Stálin – Sobre a Grande Guerra Patriótica”, Raízes da América 2016, “A Segunda Guerra Mundial e Seus Momentos Decisivos”, Raízes da América, 2017 e “A Grande Guerra Patriótica dos Soviéticos”, Multifoco, 2019.

Ao logo dos últimos 20 anos têm desenvolvido pesquisas sobre a Segunda Guerra Mundial com ênfase na Frente Leste e no Estado Novo dentro do conceito de Primado da Política Interna sobre a Política Externa. No ano de 2015 recebeu a Medalha dos 70 da Vitória”, concedida pelo Consulado Geral da Federação Russa no Rio de Janeiro e no ano de 2019 foi agraciado com a Medalha “Na Luta Contra o Nazi-Fascismo Estivemos Juntos”, concedida pelo Consulado da Federação Russa no Rio de Janeiro e pelo Conselho Superior da União Internacional de Organizações Públicas – Comitê de Veteranos de Guerra.


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

Free WordPress Themes