Curta-metragem: Porque falei demais

Por um mundo sem racismo, preconceito ou qualquer outra forma de discriminação.

“Ao povo judeu e aos povos de religião judaica, nosso carinho, respeito e admiração”.

Roteiro: Allan Vitor.
Produção: RedLine Filmes.

Elenco: Marcos Pasquim, William Vita, Alexandre Beck, Mateus Thiago e Ítalo Villani.

SINOPSE

Sebastian, 30/35 anos, Membro do Exército SS Nazista, apresenta-se para prestar serviço em um campo de concentração. É 1939, os campos iniciam suas atividades. Muitos militares alemãs desconhecem a prática de pesquisas realizadas em judeus, negros e alemãs doentes nas áreas de acesso restrito, e Sebastian é um deles.

Durante sua estada no campo, Sebastian sente algumas tonturas e tem algumas alucinações que o levam a procurar ajuda médica.

Durante uma das consultas, ao passar em frente a sala onde os corpos vindos de pesquisa aguardam necropsia, Sebastian sente-se atraído e entra no local. Não demora muito para perceber que há um prisioneiro BEN fingindo-se de morto em uma das macas para tentar escapar do campo. Sebastian resolve ajudá-lo.

Para surpresa, Ben é alemão e possui a cruz suástica timbrada no pulso.

Acreditando na impossibilidade de um militar alemão ser punido daquela forma pelo próprio exército, Sebastian estabelece conversas com Ben e procura saber o que aconteceu para que pudesse tomar as providências cabíveis em seu socorro, o que acaba por determinar o seu destino.

Munido da certeza de que Ben fora vítima de conduta não condizente com seu grupamento militar, Sebastian leva o caso a seu superior, que não reluta em se mostrar crédulo diante do que diz.

Como elemento surpresa, o diálogo desenvolvido com Ben, Militar Nazista, não existe; é apenas a manifestação do medo e da culpa na consciência de Sebastian, que inconscientemente tenta desfazer os resultados das ações que tomou por acreditar no Partido Nazista: Ben já é morto…

Ben é apenas o cadáver de um militar de seu grupamento que, enquanto regresso do mundo dos mosrtos, representa o seu EU, de forma a mostrar o monstruoso resultado das atividades do partido nazista e sua falsa política de lealdade e honra, levando a um final surpreendente.

Alexandre Beck viverá Sebastian; protagonista do curta.

Marcos Pasquim integra o elenco do curta em participação especial

O Ator Ítalo Villani representará personagem que tem como essência, o sentimento Judaico durante o holocausto


TRABALHO DE TEOR ARTÍSTICO, NÃO VOLTADO PARA INCITAÇÃO DO PECONCEITO, RACISMO OU QUALQUER OUTRA FORMA DE VIOLÊNCIA.
Na forma da LEI Nº 7.716, DE 5 DE JANEIRO DE 1989.

E-mail: alanvitor1@gmail.com


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

1 comentário

  1. O Portal FEB agora faz parte do Apoio Cultural do curta-metragem

Deixar um comentário

WordPress主题