Crônica: Um Homem Como Tantos

Monte-Castelo-atras2

Nas pesquisas que fiz para escrever o livro “Pistóia, Quadra 28”, sobre a FEB, me deparei com uma história que – entre tantas outras – me intrigou. Em novembro de 1944 (24, 25 e 29) e em dezembro (12), a FEB atacou posições alemãs muito fortificada, o Monte Castello. De início fizeram um avanço razoável, mas depois tiveram que retroceder. Os americanos determinaram que só a FEB fosse envolvida e – devido às posições inimigas muito bem defendidas morro acima – seria necessário muito mais soldados para isso. Cento e quarenta baixas foram o resultado dos erros cometidos.

Devido ao inverno cruel, nova tentativa – desta vez com vitória – foi efetivada em fevereiro do ano seguinte, (21). Ao chegarem próximo ao topo, os soldados encontraram os cadáveres de dois homens que foram mortos em dezembro. A neve havia conservado seus corpos Um deles estava muito a frente do outro. Ao que parece havia avançado sozinho, até ser abatido.

Aquela história me fascinou: o que levou aquele homem a isso? Que pensamentos teve em sua solidão? O que o moveu foi o dever, a honra ou a constatação que aquilo era o que deveria ser feito?

Procurando nos relatos oficiais, descobri que se chamava José F. da Silva, do Regimento Sampaio.

Que o nome desse herói não fique esquecido.

 

Por Paulo Afonso Paiva

Foto: Acervo do General Valdir Moreira Sampaio. Colaboração de Carmen Lúcia Rigoni.

quadra28

O livro “Pistóia, Quadra 28”, está a disposição através do e-mail paivap50@gmail.com


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Nenhum comentário

Trackbacks/Pingbacks

  1. Conto “Aurora Club” | Portal FEB - O Portal da Força Expedicionária Brasileira - […] as obras do autor: Cabanga Club,  Pistóia – Quadra 28, Um Homem como Tantos, O Porto Distante – A …

Deixar um comentário

Free WordPress Theme