Antônio Moreira Ferreira – Marinheiro da Segunda Guerra

lajedinhoAntônio Moreira Ferreira (Feira de Santana, Bahia, 06 de Dezembro de 1925 — Ex Combatente, serviu a Marinha na Segunda Guerra Mundial, foi condecorado e em seguida passou a trabalhar como jornalista nos periódicos O Mundo e O Careta e foi redator da revista Vigilante. Participou de quatorze antologias e publicou oito livros, inclusos dois de poemas.

Vida

Nasceu em Feira de Santana no ano de 1925, filho de Francisco Ferreira da Silva e Zilda Moreira Ferreira. Cursou o primário na Escola Normal Rural daquela cidade. Em Janeiro de 1942 ingressou na Marinha de Guerra Brasileira, onde participou ativamente de operações de guerra, sendo condecorado por serviços prestados á pátria e pensionado como segundo tenente das Forças Armadas do Brasil. Foi jornalista profissional e advogado atuante nas comarcas de Irecê, Morro do Chapéu, Central, Xique-Xique e juiz da cidade de América Dourada. Recebeu em Barra do Mendes o Título de Cidadão Barramendense e do Exército Brasileiro o Diploma de Amigo do 35 BI, além das comendas Maria Quitéria, Godofredo Filho pela Câmara Municipal de Feira de Santana e Honraria no grau de Oficial da Ordem Municipal do Mérito de Feira de Santana. Poeta e Cronista é membro do Instituto Histórico e Geográfico de Feira de Santana, Instituto Internacional da Poesia, União Brasileira de Escritores e da Academia Feirense de Letras na qual exerce a função de Diretor de Biblioteca.

Realizações

Sempre antenado com a política levou grandes benefícios através das suas influências às cidades de Barra do Mendes, América Dourada e ao povoado do Spínola onde passa alguns anos se dedicando á sua fazenda. Foi entusiasta da doação do prédio da Associação dos Ex-Combatentes de Feira de Santana á Universidade Estadual de Feira de Santana, transmissão de posse que se concretizou no ano de 2012 e que resultará na construção de um museu e um memorial da 2ª Guerra Mundial no prédio que passou a ser utilizado pela UEFS.

Obras

um_marinheiroConheça melhor a obra AQUI

Vou falar um pouco agora da minha amizade com o Antônio do Lajedinho, conheci ele através da internet (troca de e-mail) como sou colecionador de livros que fala sobre a FEB, o encontrei no google e fui fazer o primeiro contato afim de adquirir o livro Um Marinheiro do Brasil na Segunda Guerra Mundial. No primeiro contato achei que estava conversando com outra pessoa que só vendia os livros dele. Pois fiz algumas perguntas relativas ao livro e a Segunda Guerra e sobre a Marinha nessa participação. Percebi que as respostas eram precisas, perguntei com quem eu estava conversando. Ele me respondeu com Antônio.  Levei um imenso susto, meu primeiro contato com um Ex-Combatente da Marinha de Guerra.

Encomendei um exemplar de seu livro, mas avisei-o que não poderia paga-lo de imediato. Ele aceitou, desse momento em diante sentir um clima de amizade e confiança, o livro chegou em minha casa e logo após uma semana eu depositei o valor em sua conta. Recebi um e-mail me elogiando pela minha honestidade. Resolvi então ligar para a Associação de Ex Combatentes de Feira de Santana – BA  uma secretaria atendeu, perguntei qual era seu nome, ela me respondeu Lurdinha. Mas uma surpresa “Lurdinha”, a mesma também me informou que Antônio era o atual Presidente da Associação. Conseguir o seu telefone particular conversei com ele me falou algumas de suas experiências sobre a Guerra e a Vida. Ele achou justo me conceder o Diploma de Amigos dos Ex-Combatentes  e 02 medalhas da Segunda Guerra uma Alemã e outra Italiana, ambas trazidas do Teatro de Operações por um amigo. Após uma homenagem que fiz a ele através de um Site: http://museuvirtualfeb.blogspot.com.br/search/label/MARINHA.

Há e me esqueci de um detalhe FOI NAUFRAGO 02 VEZES durante operações na Segunda Guerra. Um verdadeiro Herói.

 

Rodrigo Ubiratan Gomes Rocha

28 de outubro de 2013.


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

2 comentários

  1. zoleide s de oliveira /

    braz jose de oliveira participou 2a guerra mundial meu pai guerreiro que saudade 29/01/2014

  2. Estarei na minha cidade natal no mês de fevereiro e gostaria muito de conhecer o nobre amigo e ex-combatente, além de escritor uma referência para os militares mais modernos.

    Forte abraço

    Capitão de Fragata Aderaldo

Deixar um comentário

WordPress Blog