XXX Encontro Nacional dos Veteranos da FEB é promovido com sucesso

O evento foi promovido no Rio de Janeiro de 29 de Novembro a 02 de Dezembro 2018

Dos 25 mil homens e 70 enfermeiras da FEB, e dos 450 homens e 7 enfermeiras do Grupo de Aviação de Caça – Senta-a-Pua que foram para a Itália combater o nazi-fascismo em 1944, bem como dos milhares de tripulantes das Marinhas do Brasil e Mercante, que navegaram nos mares infestados de submarinos inimigos, muito poucos ainda estão aqui.

Um dia eles foram jovens tenentes, jovens soldados, de um país ainda rural que foi cruelmente atacado pela maior potencia militar da época, com  a ultramoderna arma submarina, para a qual não tinhamos defesa.

Agora, neste mês de  novembro no Rio, apenas cerca de 15 veteranos, todos na faixa dos 90 anos,  puderam comparecer à abertura do XXX Encontro Nacional dos Veteranos da Força Expedicionária Brasileira, no Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial: Cel Amerino Raposo, Soterval Correa Porto, Anselmo Alves, Juventino da Silva, Oudinot Wiladino, Elmo Diniz, Luiz Alves de Souza, Gilberto Teixeira de Araujo, José Candido da Silva, Israel Rosenthal, Carlos Henrique Bessa, Pedro Rossi, Maj Esp Rodrigues (Veterano da FAB) e o Cap Eng Ignacy Felczak (Veterano polonês e Presidente da Associação dos Combatentes Poloneses)

Inscreveram-se no XXX ENVFEB-RIO cerca de 110 participantes, entre filhos, netos, sócios e amigos da Casa da FEB, de 15 Regionais, das dezenas que existiram no passado, hoje muitas inativas, mas refletindo a distribuição geográfica dos municipios tributarios da FEB. De Norte a Sul partiram expedicionarios para a Itália, o que se reflete na  multiplicidade das regionais:

Rio – 22
Porto Alegre – 18
Juiz de Fora – 10
Salvador – 9
Florianopolis – 9
Belo Horizonte – 8
Itajai – 9
São Paulo – 7
Italia – 4
São Luiz – 3
Mato Grosso do Sul – 2
Curitiba – 7
Brasilia – 2
Volta Redonda – 1
Valença – 1

As autoridades civis e militares prestigiaram a abertura do XXX ENVFEB-RIO, entre as quais: o Gen Div Ryiuzo Ikeda (Diretor do Patrimonio Historico e Cultural do Exercito – DPHCEX), Major Brigadeiro do Ar Leônidas de Araújo Medeiros Júnior (representando o Comandante da FAB), Ten Brigadeiro do Ar NIVALDO LUIZ ROSSATO (Vice Alte), José Carlos Mathias (Diretor do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha – DPHDM), Contra-Almirante Ralph Dias (Cmt do Centro de Instrução Alte Alexandrino – CIAA), Alte Leal Ferreira (representando o Comandante da MArinha), Sr Vladimir Tokmakov (Cônsul Geral da Rússia no Rio de Janeiro), CMG FN Carlos Alexandre Tunala da Silva (Diretor do Presdio da Marinha), Vice-Almirante José Augusto Vieira da Cunha de Menezes (representando Comandante do 1º. Distrito Naval), General Marcio Tadeu Bettega BERGO (Chefe do CEPHIMEX e  Presidente do IGHMB), Cel Robson de Menezes Peroni Campos (Diretor do Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial), Hermes de Souza Passos (Cel de Infantaria da Aeronáutica RR), Ten Brig Rafael Rodrigues Filho (representanto o Diretor do INCAER), Prof. Dr. Alexander Zhebit da UFRJ,  Mikhail Lermontov (Instituto Cultural Brasil-Russia), Cel Claudio Skora Rosty do CEPHIMEX, Cel Antonino de Jesus Brum (Diretor do Mus Mil Cde de Linhares), Cel R-1 Wellington Corlet dos Santos (Vice Presidente ANVFEB MS), Cap Paulo Valle, representando o TC PAULO UBIRAJARA MENDES – Cmt 2º RCG – “Regimento Andrade Neves”, Sr. Artem Fomin, Chefe de Protocolo do Consulado Geral da Rússia no Rio de Janeiro, 1° Ten Hist Luciana Maia, representando o Diretor do CENDOC / FAB, Gen Durval Nery, Desembargados Egas Moniz, Cel Medina, antigo AdidoMilitar na Italia 2013-2015, Cel BM Alexandre Rocha, Cmt da Escola Superior de BM, representando o Cmt Ger Cel BM Robadey, Profa. Dra. Margarida Bernardes, da ESG, Cap Petrocinio, representando o Comte do 1º. G Av Ca, Musico João Barone, do Grupo Histórico FEB, Ten R/2 Cav Sergio Capella, Presidente do CVMARJ, Jornalista Rafael Sayao, da Revista Operacional, Tem OM Montorsi, representando o Cmt do BPTur, Ten BM Enf Danielle Linhares, representando o Diretor do Centro Historico do CBMERJ, Cel BM Piovezan, Claudio Rueles, do Grupo Historico Duque de Caxias, entre outros que prestigiaram o evento.

A abertura no Monumento realizou-se na quinta-feira 29 nov 2018, com a entrada das bandeiras das Regionais, e as palavras do Presidente da ANVFEB Dr Breno Amorim, do Diretor da DPHCEX Gen Ryiuzo Ikeda, e dos representantes dos Comandantes da MArinha e Aeronautica, Vice Alte Jose Carlos MAthias e Maj Brig Leonidas, seguindo-se a Reencenação da Captura da 148ª. Divisão de Infantaria alemã pela FEB.

No Forte Copacabana realizou-se um almoço para todos os participantes, seguindo-se uma tarde cultural no Auditorio Santa Barbara, quando foi realizado o Painel: “ANVFEB, passado, presente e futuro” com os Painelistas: Mario Pereira, Marcos Renault, Sergio Monteiro, moderado por Israel Blajberg, com a participação do público, e as palestras Correspondentes de guerra brasileiros na Itália, pela Professora Carmem Rigoni; O trabalho das Regionais de Campina Grande – PB e Mato Grosso do Sul, pelo Cel Wellington Corlet dos Santos, O ensino sobre a FEB nas escolas do Brasil, pelo Prof. Mencio Mafra Toledo, seguindo-se a Visita guiada ao Museu do Forte de Copacabana

Na sexta-feira 30 nov 2018 realizaram-se as visitas ao Museu Aeroespecial – MUSAL, e ao Regimento Andrade Neves – 2º. Regimento de Cavalaria de Guardas. No MUSAL o grupo foi muito bem recebido pelo Diretor Brig Ar R/1 Luiz Carlos Lebeis Pires Filho, um antigo Piloto de Caça, e sua equipe, bem como os guias museologicos. O Brig fez uma apresentação inicial no auditorio, sendo condecorado juntamente com o Veterano da FAB, Maj Esp João Rodrigues, com a Medalha Marechal Mascarenhas de Moraes.

O grupo visitou as ingteressantes exposições e as antigas aeronaves do acêrvo, no local onde operou até 1973 a Escola de Aeronautica, no centenario Campo dos Afonsos. A mancha urbana aproximou-se perigosamente da pista, e hoje ela é menos utilizada, mas os velhos hangares e os pateos guardam verdadeiras joias da aviação nacional. O grupo teve oportunidade de conhecer o lendário P-47, voado na Itália pelos bravos do Senta-a-Pua, o Gruman de asas retrateis empregado pela Aviação Embarcada em nosso primeiro porta-aviões, NAeL Minas Gerais , uma fortaleza voadora B-17 toda desmontada que até 2020 estará inteirinha no acervo, o Mirage, o Bufalo, o Hercules C-130, o Viscount, alguns ainda operacionais até há pouco tempo, e que vieram voando para o MUSAL.

No RAN, tradicional e historica unidade da Nobre Arma Ligeira, o grupo foi recebido com a máxima fidalguia e carinho pelo Cmt TC MENDES e sua Oficialidade e Praças.

Muita vibração e entusiasmo, desde a entrada no aquartelamento, com a Guarda de Lanceiros em uniforme histórico formada, e a Banda de Musica executando a Canção do Expedicionário, passando pelo almoço com muita alegria, visita ao  Museu, Biblioteca e Salão Nobre, o famoso Carossel Militar e a Demonstração de Ordem Unida, na medida certa. OM que no passado foi comandada pelo então TC Dutra futuro Presidente,dois dos Irmaos Figueiredo e entao TC Zenildo, futuro Ministro, alem de outros nomes ilustres

O Cmt TC Mendes, Maj Ustra e Cap Felipe foram agraciados com a Medalha Marechal Mascarenhas de Moraes, e o Presidente Breno Amorim ofereceu uma placa em homenagem ao Regimento. O Cmt ofereceu lembranças aos Veteranos, em uma visita que ficará na lembrança de todos pelos bons momentos de patriotismo e cidadania vividos.

Visita dos veteranos da FEB ao Regimento Andrade Neves

andrade neves

Durante o XXX ENVFEB, os Veteranos e demais participantes do XXX Encontro NAcional dos Veteranos da FEB compareceram  a esta tradicional e historica unidade da Nobre Arma Ligeira, onde nossos Heróis foram recebidos com a máxima fidalguia e carinho pelo Cmt TC MENDES e sua Oficialidade e Praças.

Muita vibração e entusiasmo, desde a entrada no aquartelamento, com a Banda de Musica executando a Canção do Expedicionário, passando pelo almoço com muita alegria, visita ao  Museu, Biblioteca e Salão Nobre, o famoso Carossel Militar e a Demonstração de Ordem Unida, na medida certa. OM que foi comandada pelo então TC Dutra futuro Presidente, Irmaos Figueiredo e então TC Zenildo, futuro Ministro, alem de outros nomes ilustres.

Texto e Imagens – Israel Blajberg


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

3 comentários

  1. Marcio Bastos /

    É uma pena que não se tenha mencionado sobre a Reencenação da Rendição de Fornovo, realizada no dia 29/11/18; trabalho esse em que eu e meus companheiros nos dedicamos com tanto afinco e amor, em prol da preservação da história da nossa Força Expedicionária Brasileira…

  2. Maria do Socorro Sampaio /

    A Reencenação da Rendição de Fornovo deveras foi uma agradável oportunidade no calendário de comemorações do XXX ENVFEB. O minucioso e dedicado trabalhos dos responsaveis e atores nos enche de orgulho pela lembrança de nossos herois e heroinas protagonistas no Teatro de operaçõs da SGM.
    Nossas Enfermeiras tambem estavam muito bem representadas.
    A Cobra segue fumando!

Deixar um comentário

WordPress主题