Anjos de Branco – 2º Tenente Enfermeira Olga Mendes

Anjos de Branco – 2º Tenente Enfermeira Olga Mendes

7 set, 2013

Um nome pode dizer muitas coisas Muito antes de nascerem, as pessoas recebem de seus pais um singelo e valioso presente. Alguns têm significados. Outros não fazem o menor sentido. O fato é que os nomes são importantes porque dizem muito sobre as pessoas como, por exemplo, o da nossa personagem, que tem origem nórdica e quer dizer “SANTA,...

Anjos de Branco – 2º Tenente Enfermeira Maria de Lourdes Mercês

Anjos de Branco – 2º Tenente Enfermeira Maria de Lourdes Mercês

8 ago, 2013

O que a vida me ensinou! Apesar de ser ainda muito jovem a vida me ensinou algumas coisas como: – Dizer bom dia, boa tarde, boa noite, mesmo para pessoas que nunca vi antes; – Calar-me para ouvir os mais velhos; – Aprender com meus erros; – Lutar para realizar meus projetos mesmo que para os outros não faça sentido; – Ser...

Anjos de Branco – 2º Tenente Enfermeira Zilda Nogueira Rodrigues

Anjos de Branco – 2º Tenente Enfermeira Zilda Nogueira Rodrigues

8 ago, 2013

Algumas vezes precisamos suportar o insuportável. Um breve relato extraído do livro “O último trem de Hiroshima”, de Charles R. Pelegrino, publicado pela editora Leya, páginas 128 e 129,  ilustra bem como um ser humano é capaz de resistir a condições extremas:  Nancy Cantwell já havia passado pela primeira de várias mudanças de nome. Ela nasceu...

Anjos de Branco – 2º Tenente Enfermeira Maria Luiza Vilela Henry

Anjos de Branco – 2º Tenente Enfermeira Maria Luiza Vilela Henry

22 jul, 2013

Os lugares mais sombrios do inferno são reservados aqueles que se mantiverem neutros em tempos de crise moral Prezado leitor, o exercício de escrever sobre heróis e heroínas torna-se uma tarefa um tanto quanto fácil por conta das ações que deram a essas pessoas o título que possuem. Do latim heros, que, por sua vez, deriva de um vocábulo grego, a...

Anjos de Branco: 2º Tenente Enfermeira Antonina de Hollanda

Anjos de Branco: 2º Tenente Enfermeira Antonina de Hollanda

11 jul, 2013

AS PESSOAS NUNCA ESQUECERÃO DO QUE VOCÊ AS FEZ SENTIR  Existe um adágio popular que diz o seguinte:  - As pessoas esquecerão o que você disse… - Esquecerão o que você fez… - Mas nunca esquecerão o que você as fez sentir. Proponho agora um breve exercício mental. O que você tem feito para fazer com que as pessoas ao seu redor sintam-se...