Série Heróis Esquecidos: Asp Av Frederico Gustavo dos Santos (1°GAvCa)

frederico
Frederico Gustavo dos Santos, cujo nome de guerra era Santos, nasceu em Salvador (BA) no dia 09 de outubro de 1925. Em dezembro de 1944, aos 19 anos de idade incorporou-se ao 1º Grupo de Caça na Itália depois de ter feito treinamento de piloto de combate nos Estados Unidos.
 
Era integrante da esquadrilha azul e chegou a completar 44 missões ofensivas durante a campanha da Itália. A primeira delas foi em 15 de janeiro de 1945. Santos foi um dos pilotos do 1º GAvC mortos em combate. Sua trágica morte se deu em consequência de uma ocorrência às vezes verificadas com os pilotos de caças-bombardeiros em ataques a depósitos de munições. Na sua 44ª missão, em 13 de abril de 1945, Santos teve como missão atacar um depósito de munições. Após o mergulho e o lançamento da bomba a explosão provocada foi tão violenta que atingiu o seu P-47, já que ele não tivera tempo de desviar-se dela. O P-47 foi atingido em cheio e caiu totalmente destruído no solo. Santos teve morte instantânea.
 
Como sempre ocorria, após o término da guerra foi formada uma comissão com o objetivo de localizar os mortos em combate e, surpreendentemente, foi encontrada na beira de uma estrada, uma cruz colocada pelos alemães indicando a data e nome do falecido piloto. Junto a cruz, estava pregada a plaqueta de Santos, conhecida como “dog tag”.
 
Santos recebeu pela sua atuação no 1º GAvC as condecorações Cruz de Sangue, Cruz de Aviação Fita A, Campanha da Itália, Distinguished Flying Cross (EUA), Air Medal e Presidential Unit Citation (EUA). Recebeu ainda “post-mortem” a patente de 2º Tenente-Aviador.
 
Colaborador: Marcus Vinicius de Lima Arantes (mv-arantes@uol.com.br)
 
Fontes: Anotações Pessoais / Site Sentando a Pua

COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

WordPress Themes