“A Montanha” – O Filme

Uma ode aos pracinhas brasileiros.

estrada 47

Finalmente teremos um filme sobre os combatentes brasileiros que atuaram nos campos da Itália na luta contra o nazifascismo no período de 1944-1945, digno de ser visto.Seu autor Vicente Ferraz, foge um pouco do viés documentarista,  parte de uma ficção, retratando a tomada de Monte Castello, que dá titulo ao filme, A Montanha. Tal fato na época, se constituiu no maior desafio da tropa brasileira. Logisticamente, o Monte Castello, está situado próximo a Bolonha, cerca de 60 quilômetros,  um baluarte alemão que compunha a Linha Gótica, fortemente armada, com mais de 200 mil minas terrestres, além dos fossos anti tanques, e os fortins guarnecidos por atiradores de elite.

A missão mais importante era tomar esta montanha ,chamada de Fantasma pelos brasileiros. Por ela passava a Estrada 64, que ligava o norte, ao sul da Itália, local preponderante para quem necessitava levar reforços para suas tropas. Por outro lado, os norte americanos, dos quais éramos aliados, precisavam tomar Bolonha, centro nevrálgico no final da guerra. Ao passar a responsabilidade aos brasileiros de tomar esta montanha, a intenção era também dividir as forças nazistas. Da parte brasileira, foram necessárias 5 tentativas para  a conquista do local, tudo sendo iniciado em novembro de 1944, com tropa “fresca” e mal preparada.

Para o pesquisador que se debruça sobre a história dos veteranos brasileiros nesta guerra, dificilmente deixa de encontrar referencias á tomada de Monte Castello, seja em documentos oficiais, bem como em periódicos da época, registrados pelos correspondentes de guerra brasileiros, nos jornais dos batalhões, nas memórias dos pracinhas  ou em seus diários, como o material por mim pesquisado e transformado em livro com o titulo Diários de Guerra, recentemente lançado.

Em relação ao filme de Vicente Ferraz,  embora conduzindo uma ficção,  o autor narra a história de quatro combatentes, que diante de uma ataque surpresa do inimigo em Monte Castello, abandonam seu grupamento, tentam depois retornar às linhas brasileiras, mas caem em um campo minado e diante do comprometimento do  dever e da honra, temem pelo  estigma da deserção.

Na narrativa  que encaminha, sem o comprometimento factual, possivelmente, o autor nos aproxime dos episódios ocorridos do dia 2 de dezembro de 1944. Desde novembro desse ano, vinha a tropa brasileira empenhada na conquista da montanha, sem sucesso.Neste dia, seguindo uma missão de guerra, os soldados do 1º batalhão do 11º. Regimento de São João Del Rey, substituiria outro do Regimento Sampaio. Eram tropas extenuadas, pela acirrada ânsia da conquista em local estrategicamente difícil, sob forte impacto continuo da artilharia alemã. Os recém chegados foram influenciados por noticias desalentadoras que minavam o moral dos soldados, estes, jovens recrutas sem o amadurecimento psicológico para tal enfrentamento.

Diante de fogo pesado da artilharia , os soldados debandam,  na corrida desenfreada, deixam  para trás armamento, equipamentos e munição, perdem os companheiros, e chegam na cidadezinha de Porreta Therme, local do quartel general  brasileiro. Desorientados, com os olhos esbugalhados e sujos de lama, foram vistos com incredulidade e desdém pelos habitantes. Lamentavelmente foram considerados covardes, mas sem julgamento, e nenhum apoio receberam do comandante da infantaria general Zenóbio da Costa. Ainda hoje tal assunto é considerado tabu entre os soldados.

Sobre o filme, trata-se de um grande projeto totalmente  filmado na Itália, desde 2007. Partem agora seus idealizadores para as ultimas tomadas feitas  nos locais ,nos montes nevados onde os fatos aconteceram. Atuam neste filme cerca de 25 atores dentro de um consórcio brasileiro, português  e italiano, a previsão é de  RS 9 milhões nesta produção do longa metragem. Cenas de minas que explodem, em um tempo quase real, foram alguns desafios enfrentados pelos protagonistas, após intenso treinamento com equipes especializadas do Exército Brasileiro. Entre os atores, alguns conhecidos como Richard Sammel de Bastardos Inglórios e Sergio Rubini .

Vimos um trecho do filme no teaser, chamou a nossa atenção pela beleza das imagens, em um cenário pouco conhecido dos brasileiros. Acreditamos que o filme seja um marco e motivação para o conhecimento de fatos ligados  à participação  brasileira na 2ª Guerra Mundial, retratando a saga de 25 mil brasileiros nos momentos vibrantes desta história tão pouco valorizada em nosso meio.

PDF com os dados do filme e produtora: http://www.primofilmes.net/pdf/montanha.pdf

Carmen Lúcia Rigoni

Historiadora.

Rua Carlos de Carvalho, 2435

Curitiba- Paraná.


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

83 comentários

  1. 1ºSGT INF ORACLIDES DA SILVA PACHECO /

    Conheço a história dos nossos heróis da Segunda Guerra Mundial.
    Tenho certeza que todos familiares, amigos e a Nação Brasileira, irão se emocionar com este filme ” A Montanha”.
    Parabéns eles merecem todo nosso respeito e admiração.

  2. Parece que esse filme vai ser maneiro, tambem vi o trailer e achei bem interessante. Agora é só esperar.

  3. se vc estiver na italia ou europa e gostaria de trabalhar neste filme envie email para
    http://www.castingnews.eu/news/news.asp?id_news=2104&id_cat=2

  4. A história dos Pracinhas da FEB jamais perecerão. Estará sempre em evidência pois trata-se de um fato real e não fictício. O filme “A Montanha” muito bem produzido é uma resposta para o que acabei de citar. Conversando com meus dois amigos, o historiador Giovanni Sulla, de Montese e o Mario Pereira, Administrador do Cemitério Votivo de Pistóia, os italianos tem uma grande admiração pela causa da FEB, tanto que são inúmeras as homenagens dirigidas à FEB que realizam naquele país italiano. O Brasil ajudou a salvar a Itália ante o nasi-fascismo. Quem não se interessa pela causa da FEB, melhor seria ficar quieto pelo menos.

  5. Estou profundamente emocionado de receber esta notícia. Pensava que o filme fora esquecido, pois tomei conhecimento dele em meados de 2007/2008 e nunca mais obtive informações sobre ele. Que Deus abençoe a todos e a este filme que já é um guerreiro que não foge a luta assim como os nossos heróis pracinhas o foram na Itália e são no Brasil. A Cobra vai Fumar novamente.

  6. espero que este sejam os primeiros de muitos filmes sobre os nossos herois da f.e.b

  7. carlos eduardo /

    meu avô é ex combatente da 2 guerra , quando vai sair esta filme?

  8. Estou certo que nós temos grandes e competentes profissionais de cinema, mas não seria interessante convidar o Jose Padilha(Diretor de Tropa de Elite), para contribuir com este maravilhoso feito?
    Bem sei que tivemos um efetivo expressivo em combate nesse periodo, e um deles foi o SGT Max Wolf que nos ensinou o que é ter um verdadeiro espírito de lider, dando sua própria vida pelos seus.
    Após este maravilhoso feito, gostariamos de ter a honra de ver como este grande guerreiro lutou nos campos da Italia.
    Sds…
    Cap Boeing

  9. Excelente! Já estava na hora,

    sou pesquisador da FEB, e gostei muito da notícia da

    produção de um filme. Nossos bravos ex-combatentes merecem

    sem sombra de dúvidas essa honrosa homenagem, além de

    propagar a história da Força Expedicionária Brasileira que

    infelizmente é pouco conhecida no país.

    Vamos mostrar para os brasileiros quem são seus

    verdadeiros heróis!

  10. Ronaldo Melo (Baker) /

    Fantástico!
    Quem sabe agora as pessoas valorizam mais os nossos guerreiros pracinhas.
    Espero com esse completar meus cento e poucos filmes sobre II Guerra Mundial.
    nativusrmc@hotmail.com

  11. João Canhão /

    Pelamordedeus, olha o cuidado com a produção, heim?

    Tem que sujar e descorar esses uniformes, desgastar os capacetes e equipamento. Nada de dentes branquinhos nos soldados, têm que estar suados e fedorentos, famintos e cansados!

    Senão vira novela da rede globo! Vocês têm uma oportunidade de ouro nas mãos, atenção aos detalhes!

    Estamos torcendo pra ser um grande filme. Boa sorte!

  12. Quando vai sair o filme??

  13. marcos andre /

    e muito prazeroso ver que finalmente nossos cineastas estao olhando para os nossos verdadeiros herois que lutaram com extrema bravura sem ter armas(porque em varias ocasioes isso e fato conhecido muitos de nossos pracinhas usavam armas de soldados alemaes e americanos caidos durante o conflito como roupas que nao era adequadas para o clima europeu) mas eles nao temeram porque o verdadeiro HEROIS OS DA SILVA, OS SANTOS e muitos outros brasileiro nunca desiste eles SENTARAM A PUA! e A COBRA FUMOU! verdadeiros guerreiros reverenciados pelos italianos mas esquecidos em sua terra natal hoje nimguem fala nao se ver reportagens sobre estes homens so vemos e sensacionalismo pra vender o produto na TV e novelas ensinandos os filhos a perder o respeito e o PATRIOTISMO que esta tao esquecidos por favor informem qdo for lançado esse filme.

  14. Desde muito pequeno, quando meu avô me ensinou a atirar,e entender a vida como um soldado, espero um reconhecimento pelos pracinhas que lutaram no teatro italiano,é uma pena ele ter descançado antes de ver esta maravilhosa homenagem.
    Viva a Feb viva o corpo de fuzileiros navais, viva meu avô…

  15. adorei o video primo preto berimbau comendo pavoro bala comendo muita acao correria capoeira meu rei este filme vai ser da pesada o primeiro da minha colecao muito obrigado ate mais

  16. MARCO ANTONIO LAURELLI MOREIRA /

    Sou filho de Expedicionário, o qual se chama Gentil Gudes Moreira do 6º RI de Caçapava. A muito tempo, mesmo que ainda devagar, envio mensagens às televisões ´para que ao menos uma vez ao ano, mais propriamente em 5 de maio, façam uma homenagem a esses bravos que saindo dos roças, praças e selvas, e que deixaram a sua juventude para defender a paz, sejam lembrados como heróis. Não somente pelo fato de ser meu pai, mas quanto dos brasileiros conhecem um pouco desta heroina conquista, como será que vivem, como são tratados? Acredito que poucos sabem. Agora vendo que teremos um filme a respeito fico feliz, pois até que enfim alguém pensou neles e tenha acerteza de que poderão com relatos das associações que as vezes são esquecidas, fazerem outros filmes.
    São reverenciados na Itália e se não sabem, até uma cruz de madeira foi encontrada em dizeres em alemão que citam que são verdadeiros heróis. E aqui, nada; é uma pena
    Parabéns ao diretor
    Marco

  17. Adilson José Gutierrez /

    Prezados,
    Afinal, como podemos saber do andamento desse filme?
    Existe alguém site específico ou um contato?
    Um forte abraço

    Adilson José Gutierrez
    Ministério Público Militar Federal

  18. Luan Carlos /

    De grande importancia pra que posamos manter vivas as historias dos feitos dos nossos pracinhas na guerra.
    alguem sabe dizer se tem previsao de lançamento?

    Abraço a todos.

  19. Ranielle Macedo /

    Parabéns aos idealizadores desse filme. Estou muito ansioso por assistí-lo. Também sou pesquisador e apaixonado pela FEB. Acho que deveríamos ter também filmes-documentários (tipo “O resgate do soldado Rian”), contando histórias reais de nossos heróis para que o grande público leigo conheça essa história fantástica. Infelizmente num país controlado por esquerdistas radicais, um filme como esse não terá tanta credibilidade como um filme sobre guerrilheiros de esquerda, por exemplo.
    Abraço a todos.

  20. Fernando /

    Me interessei muito pelo filme, muito boa a iniciativa, mas queria saber quando sai, quem esta no elenco, coisas do tipo, alguém diz?

  21. O teaser não me pareceu muito bom, mas ainda acredito que o filme será ótimo!

  22. se isso ajudar ,sei tudo sobre a F.E.B ,a vergonha de serem
    esquecidos ..
    o BRASIL.esqueceu dos bravos soldados.por assim foi ensinado
    que quem libertou o mundo dos nazistas foi USA MAIS NOS
    SABEMOS QUE FOI OS SOVIETICOS..ENTAO HOLLYWOOD FICA LA .
    mais queria conhecer vicente ferraz ou carme lucia.
    pra eles saberem que pior que esquecimento e os brasileiros
    nenn saberem onde estao nossos herois debaixo da terra!eu sei!
    bom deus abençoe vcs merecem um oscar…mais contudo…
    vcs conseguirao!

  23. CUIDADO OS AMERICANOS NAO GOSTAM QUE SUAS MENTIRAS SEJAM
    RETRATADAS,PARABENS .
    VOU QUERER CONHECER A CARMEM LUCIA ….
    OLHA SE DER CONTINUIDADE A PROOJETOS ASSIM CONTEM COMIGO!

  24. ME PROCUREM NO ORKUT….QUEM GOSTA DE GUERRA!CAUSAS…E COMO EVITALAS!

  25. Parabéns, nós brasileiros merecemos saber mais sobre nossos heróis, boa sorte vou esperar com ansiedade

  26. Moro na Italia, e hoje pela manha vi uma reportagem em um jornal para brasileiros publicado pela “Wester Union” que ha como primeira pagina o artigo sobre esse filme!
    Fiquei realmente feliz pois meu avo (Joao Gonzalez) é um pracinha e em janeiro de 2011 completou 90 anos idade!
    Sera muito emocionante assistir-lo junto com minha familia.
    Belissima iniciativa dos autores do filme e do diretor!!!

  27. Avete fatto un capolavoro e Vicente ha raccontato una storia di grande umanità.
    Non vediamo l’ora di vederlo al cinema.

  28. Meu bisAvô veio da itália fujido da guerra por navio, e sei a dificuldade que foi naquela época, aqui no Brasil na epoca da guerra todos se conheciam em seu baiiro, e se um parente seu ja tivesse ido na padaria na parte da manha outra pessoa da mesma familia ja nao podia comprar nada pois ja tinha vendido para a primeira pessoa da familia que foi la mais cedo, pois era tudo muito excaso, naquela época faltava tudo , o Pai do meu advogado foi combatente na 2GM pela FAB e ele conta diversas historias incriveis , mas é isso ae PARABENS PELO FILME , e publiquem , façam propagando, marketing, tudo , pois os EUA se sobresaem por motivo de propaganda e marketin apenas, o filme vai custar 1 milhao !!! tem que gastar 2 milhoes em propaganda !!
    só assim se sobresairemos no mundo com esse filme !!!

    é isso ae – FEB

  29. Tudo que eu mais queria eraparticipar desse filme !!!

  30. Até que enfim! O filme que eu esperava, meu avo era segundo tenente do regimento Sampaio, e participo da tomada de Monte Castelo.

  31. NEIVA DOS REIS /

    Meu avô também estava lá!!!! Estou muito orgulhosa pela produção deste filme, espero ansiosa!!!!!

  32. Bráulio Vaz de Melo /

    Parabéns, finalmente um filme de guerra narrando a participação do Brasil na segunda guerra. Se eu não estou enganado este e o primeiro filme produzido. Até então só conheço documentários.
    Nossos pracinhas e suas familias merecem serem lembrados, também gostaria de saber o porque nunca foi feito filme algum sobre os pracinhas, para mim e falta de “PATRIOTISMO”.
    Obrigado

  33. Uma justa homenagem aos brasileiros que estiveram na 2ª guerra mundial.

  34. O Brasil nao se interessa pela sua historia o que deixa qualquer pessoa triste, espero que o filme seja concluido e com detalhes que mostre a dificuldade que era para nossos pracinhas a luta na italia sem uniformes apropriado.abs

  35. Maria do socorro Sampaio m. de barros /

    Sou filha da Enfermeira da FEB – Cap.ARACY ARNAUD SAMPAIO e sempre iremos nos orgulhar dos feitos desses homens e mulheres! Esse filme é um prêmio ao sacrifício, inexperiência e bravura! É verdade que o povo brasileiro sabe pouco dessa realidade mas temos aqueles que não medem esforços em divulgar. Parabéns Vicente Ferraz e Carmem Lúcia Rigoni!
    Saudações Febianas!

  36. quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    quando sera lançado?
    ALGUEM RESPONDE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  37. Isalete Leal /

    Quero assistir esse filme com meu pai que é um dos heróis da Segunda Guerra. Quando será lançado??

  38. Paulo Murilo /

    Que bom, já era tempo!!! Sou neto de ex-combatente, o tenente Valporto (na época) e minha mãe tem com ela a medalha de combate de primeira classe que ele recebeu, concedida apenas aos que enfrentaram os alemães cara-a-cara.Parabens a todos.

  39. Mis mayores respetos para todos aquellos hombres que formaron parte de ese hecho historico.como argentina me emociona que se acuerden de todos ellos, la historia se lo debia y el cine tambien ya que en ningun film de le segunda guerra mundial se nombraba la participacion de Brasil. Ire a verla ojala la den por mi pais. yo creo que este film va a pasar muchas fronteras.

  40. Carmen Lúcia Rigoni /

    Aos amigos do Portal FEB.

    O que sabemos sobre o filme é que as filmagens finalmente encerraram junto do terrivel inverno europeu de 2011. Foi uma preocupação dos dirigentes em fazer o contexto da narrativa com o momento vivenciado pelos pracinhas. Para afirmar que a história não morreu, uma equipe da RPC ( TV e Jornal Gazeta do Povo) de Curitiba está embarcando agora dia 2 de junho para uma grande reportagem sobre o front brasileiro na 2ª guerra Mundial. Colaborei com os informes históricos, sugerindo locais para a reportagem na Italia.Indiquei uma caminhada pelas trilhas da memória, que sai de Montese e vai até Gaggio Montano, mostrando o caminho dos pracinhas, com placas indicativas, lembradas pela memória até de gente que não viveu a guerra. Este é o reconhecimento do povo italiano pelos seus libertadores brasileiros.
    Carmen Lúcia Rigoni- Historiadora.

  41. Vou adorar o dia que for feito um filme para homenagear e lembrar nossos Heróis. Mas infelizmente não achei um bom trabalho…espero muito que melhore, o que vi mais me parece um teatro local, e como João Canhão, disse…indumendária péssima…uniforme ruim…armas brilhando, cara isso parece piada!!!!

  42. Adriano dos Santos Filho /

    É bom este filme para mim foi uma surpreza, sou primo de segundo grau do ex-combatente do 3ºregimento de infantaria do RJ; o nome dele é Ernane, primo do meu pai, ele já falecido aqui no Brasil, em assalto na rua. Morava no bairro de Queimados perto da estação de trem. É muito bom este comentário muitos dos brasileiros desconhece o grau da nossa história com este conteúdo,meus parabéns.
    Este filme já esta pronto, poderemos receber em DVD’s?
    Vou comentar aos demais intereçados, obrigado.
    Espero o seu retorno.

  43. Marcos Barros /

    Certo que o filme vai se sucesso! Não vejo a hora de pode prestigiar a historia da FEB, Brasil!

  44. João Pedro /

    Sera q sai esse filme mesmo?? ja faz tanto tempo que falam desse filme que até parece q desistiram dele :S

  45. Raimundo Stephany /

    Fico Feliz em saber que existe gente nesse país injusto, que lembra dos nossos herois brasileiros na segunda guerra,parabenizo a todos que fizeram parte desse filme, estou louco para assitir e espero que o GOVERNO BRASILEIRO TENHA VERGONHA NA CARA e comece a lembrar dos que defenderam o nosso país do mal. É por isso que os americanos são patriotas, o seu governo nunca esqueceu de seu povo ao contrário do nosso que não apoiam as Forças Armadas que vivem desamparada esquecidda pelo o governo.O presidente que é o chefe maior tem que pensar que um país onde suas forças não tem força é um país FRACO. Amo meu BRASIL, por isso não perco as esperança que um dia vai haver um Governate comprometido com o seu país.

  46. Raimundo Stephany /

    pelo o amor de DEUS alguém sabe quando esse filme será lançado se alguém souber desse algum recado.Obrigado.

  47. Marcos Barros /

    Não vejo a hora de ver o filme!

  48. qundo lança eu quero assistir com minha familia

  49. Tai Galera!
    Eu Peguei ai de um site Fazendo Entrevista Com o Diretor do Filme e ele Fala Do Lançamento

    (Já existe alguma previsão de lançamento em circuito ou exibição em festivais?
    Estamos nos esforçando para que o filme fique pronto até setembro, isto permitiria sua inscrição no Festival de Veneza, mostra que tem tudo a ver com nosso filme, por ser uma coprodução oficial com a Itália. E logo o filme será lançado no Brasil, ainda em 2011, pela Europa Filmes.

Deixar um comentário

WordPress Blog