Newton de Souza Ortman do 9º Batalhão de Engenharia

Meu pai, Newton de Souza Ortman, foi como segundo tenente no 9º Batalhão de Engenharia. Ele embarcou no dia 27 de novembro de 1944, no Rio de Janeiro a caminho de Nápoles. Gostaria de citar algumas passagens do seu diário de guerra, como forma de contribuição com o site.
Dia 26/XII/944 – 3ª feira - Encontrei-me com o Cap. Meller, que levou ao front, de caminhonete Dodge. Na volta, uma granada alemã de 105 mm. explodiu a 30 m. do caminhão em que íamos, eu, o Passini e vários soldados. Tivemos sorte ! Encontrei-me com o Ten. Júlio Oliveira e com o Paulo.
Dia 16/I/945 – 3ª feira - O Ten. Machado chegou ontem a noite. Pela manhã fui trabalhar no novo trecho. Caiu uma granada tão próxima do nosso caminho (5 metros), que se arrebentasse (porque falhou, que sorte!) Todos nós morreríamos. Escrevi uma carta para os meus pais. A tarde trabalhei no mesmo trecho. Fui dormir tarde (23 horas).
Dia 17/I/945 – 4ª feira - Fui trabalhar no mesmo trecho. Os americanos instalaram desde anteontem, mais de 10 canhões de grosso calibre (155mm). Hoje vi 2 canhões muito próximos de Castel de Casio. O Ten. Machado, ouvindo falar, ontem, de bombas de artilharia, resolveu ficar em Castel, hoje. Antes disso acontecer, ele me avisou, na frente do Ten. Murilo, de que o trecho de Porreta ficaria comigo e que esse trecho mais próximo de Castel ficaria com ele (longe, mas seguro, não há dúvida).
E eu, para mim: Graças a Deus, ainda estou vivo. Tomara que aconteça sempre assim ! Um estilhaço cortou a pá do Cabo Tiago.
Dia 20/I/945 – Sábado - Fui trabalhar no mesmo trecho. O Machado só apareceu na estrada na parte da manhã, e mesmo assim “deu fora” para Suviana. A tarde não o vi na estrada. foi um medroso. Na  parte da manhã, estavámos eu, o cabo Tiago e um soldado, num certo trecho, quando ouvimos assovio de granada. Como a nossa artilharia estivesse atirando muito, pensamos  que o ruído fosse da granada que ia. Em seguida outro assovio. Ouvia-se somente o assovio. Aí eu dei o alarme: Parece-me que são granadas alemães, mas não estão explodindo. Imediatamente ficamos de prontidão. Quando assoviou novamente, caí no chão, numa valeta que havia preparado para isso. Os outros dois não se deitaram. O Cabo Tiago disse-me que havia visto de fato, uma granada se enterrar na neve, aproximadamente 30 metros de nós. À partir desse momento, tomei as medidas necessárias: Separei os dois homens e continuei o trabalho, próximo dali. Quando me encontrava 30 metros do ponto onde caíram as granadas, vem outra e explode uns trinta metros de altura (era um “shrapnel”) e a minha esquerda, uns 20 metros de distância. Caí imediatamente, ao ouvir o silvo, porém o capacete caiu longe. Tive sorte, pois nenhum estilhaço me atingiu. Mais tarde, aparecem o Tiago e o outro soldado, no local em que eu me encontrava, dizendo: “Felizmente o Sr. saiu daquela valeta, pois depois que o Sr. saiu, mais 5 granadas explodiram ( sendo que uma delas mais ou menos 5 metros de mim, mas abaixo da estrada uns 2 metros ) e a valeta que o Sr. disse que era reservada para cair no caso de aparecerem granadas, ficou crivada de estilhaços. Desta vez o Sr. teve um sorte, puxa!”
Enviado pelo filho Marcio Ortman.
Veja também:

COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

4 comentários

  1. Esse Machado a q ele c refere seria o Machado Lopes???

  2. Marcio Otman /

    Prezado Dennison,

    Não, não era o General Machado Lopes. Era um Tenente do Batalhão.

  3. Paulo Paiva /

    No meu livro “Pistóia, Quadra 28″, falo dos valorosos soldados da Engenharia, a primeira tropa brasileira a entrar em combate. O livro está a disposição através do e-mail paivap50@gmail.com
    Paulo

  4. Rossi Machado /

    Gostei…desconhecia essas passagens!!!!!Muito Bom!!!!

Trackbacks/Pingbacks

  1. Newton de Souza Ortman do Batalhão de Engenharia – Noite de folga | Portal FEB - O Portal da Força Expedicionária Brasileira - [...] Newton de Souza Ortman do 9º Batalhão de Engenharia   Enviado pelo filho, Marcio Ortman. COMPARTILHE ESSE ARTIGO! …

Deixar um comentário

Free WordPress Themes