Monografias FEBianas e outras novidades da ANVFEB

O Reverendo Capitão Capelão Militar Rogério de CARVALHO LIMA da AD/1 (Niterói-RJ) disponibilizou a cópia do seu trabalho de pesquisa que teve como objetivo a obtenção do grau de bacharel em história pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Na época o Rev Carvalho Lima lecionava História da Igreja e via uma grande necessidade de ter acesso às fontes que narravam uma historiografia sobre a assistência religiosa militar; logo percebeu que eram escassas tais fontes tanto primárias quanto secundárias, daí a motivação de escrever sobre a atuação do serviço religioso no teatro de operações na Itália. Na pesquisa, realizada no biênio 2004/2005, o autor verificou que muitas fontes de consulta estão pulverizadas nos livros que narram a trajetória da Força Expedicionária, como se percebe na Bibliografia utilizada. Além desta pesquisa o Rev Carvalho Lima está desenvolvendo no Curso de Pós-graduação no Mosteiro de São Bento uma pesquisa em História Medieval que trata do tema sobre formação de ordens religiosas. A Monografia, com 99 páginas, intitula-se APOSTOLADO HERÓICO: A atuação do Serviço de Assistência Religiosa do Exército Brasileiro, no Teatro de Operações da Itália no período de 1944 a 1945: Monografia de Bacharelado apresentada ao Curso De Graduação em História, Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, Universidade Federal do Rio de Janeiro, como parte dos requisitos necessários à obtenção do grau de Bacharel em História. Orientador: Renato Luís do Couto Neto Lemos, IFCS, Rio de Janeiro, RJ, 2005

Mostra no Encontro da FEB em São Bernardo

Neste ano de 2013 no encontro nacional dos Veteranos da FEB (Novembro) que acontecerá em São Bernardo do Campo SP, haverá uma exposição de discos de cera 78rpm gravados no período de 1942 a 1946 com a temática da Guerra e por conseguinte a participação do Brasil no conflito mundial, compreende 70 discos, partituras musicais, fotos e recortes em geral. As composições musicais tem em suas letras temas alusivos as três armas Brasileiras envolvidas no palco de operações Bélicas durante a ll Guerra Mundial.

A Força Expedicionária Brasileira (A Cobra Fumou)
A Força Aérea Brasileira ( Senta a Púa)
A Marinha Brasileira ( O Cisne Branco)

A Canção do Expedicionário de Spártaco Rossi e Guilherme de Almeida gravada originalmente pelo cantor Francisco Alves NÃO é a canção Oficial da FEB, embora tenha sido a mais ouvida e executada em todas as solenidades, sua razão para isto deu-se pelo gosto com que o povo aceitou e cantou sua letra poética aliada ao grande ídolo popular da época Chico Alves que gravou outras 8 músicas com o referido tema.
A Canção Oficial da FEB também se chama de Canção do Expedicionário, é de autoria de Luiz Peixoto e Alda Caminha gravada originalmente pelo cantor Manoel Reis sob o registro (Aviso 530- D.-O. Ministério do Exército em 2-3-1945) uma marcha militar com letra mais aguerrida. Foi escolhida como 1º Prémio no concurso promovido pela Rádio Tupy do Rio de Janeiro e dedicada ao Corpo Expedicionário Brasileiro.
O Curador da mostra será Claudevan Melo

Passagem da Direção do HGeRJ – Casa da FEB Presente

O Cel Méd Haroldo de Freitas Bezerra, sócio e palestrante da Casa da FEB passou a Direção do HGeRJ em 31 jan, ao Cel Méd Marcio Andrade de Oliveira. A Casa da FEB foi representada pelo Presidente Gen Rosendo, Presidente do CD Vet Rosenthal e Dir RP Prof Israel. Anotamos algumas presenças: Gen Div Julio de Amo Jr, Cmt da 1ª. RM, Gen Ex Rubens Bayma Denis, Gen Ex Jonas de Morais Correia Neto, Gen Ex Pedro Luiz de Araujo Braga, Gen Ex Paulo Cesar de Castro, Gen Ex Renato Cesar Tibau da Costa.

 

Comitiva do Rio de Janeiro a Barueri para os 68 Anos do Ultimo Tiro da Artilharia Brasileira na 2ª. Guerra Mundial

Como ocorre anualmente, nossos Confrades Gen Geraldo NERY, Secretario da Ordem dos Velhos Artilheiros, e Cel Amerino Raposo, comandante da Linha de Fogo na época, irão a Barueri para mais uma comemoração do Último Tiro, no próximo 26 de abril de 2013.
Os interessados em participar da cerimonia podem entrar em contato por e-mail, a fim de obter maiores detalhes sobre a passagem aérea. Em principio a ida e o retorno serão no mesmo dia. Com apoio do histórico Grupo Bandeirante – III Grupo 105 da FEB, atual 20º. GAC Leve – Aeromóvel, no transporte de Congonhas para a Unidade.

Informações: anvfeb@uol.com.br

Fonte: Boletim Informativo ANVFEB – Março de 2013


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

Free WordPress Themes