Livro sobre a FEB é lançado em evento da Academia de História Militar

O tradicional e histórico Palacete Laguna, na Rua Gen Canabarro, atual sede do CEPHiMEx – Centro de Estudos e Pesquisas de Historia Militar do Exercito viveu uma tarde concorrida, com a realização da Sessão Solene de Posse de Acadêmicos da FEDERAÇÃO DAS ACADEMIAS DE HISTÓRIA MILITAR TERRESTRE DO BRASIL, e da ACADEMIA DE HISTÓRIA MILITAR TERRESTRE DO BRASIL / RIO DE JANEIRO.
 
Foram empossados oito novos confrades, a saber: como 2° Presidente de Honra da FAHIMTB, o Chefe do Departamento de Educação e Cultura do Exército, General de Exército Mauro Cesar Lourena CID; como 2° Presidente de Honra da AHIMTB/RIO, o Diretor do Patrimônio Histórico e Cultural do Exército, General de Divisão Riyuzo IKEDA; como Acadêmico Emérito, o General de Brigada Marcio Tadeu Bettega BERGO; como 3º. Ocupante da Cadeira General Francisco de Paula de Azevedo Pondé, o Coronel CLAUDIO Luiz de Oliveira; como 2º. Ocupante da Cadeira Especial Brigadeiro João de Souza da Fonseca Costa, o Cineasta DANIEL MATA ROQUE, e como Sócios Correspondentes: Subtenente de Cavalaria ÁLVARO Luiz dos Santos ALVES, Historiador do Arquivo Histórico do Exército – AHEX; Dr. Antônio SEIXAS, Presidente da Comissão Pró-Memória da OAB-Magé; Tenente R/2 de Infantaria Luiz Carlos GOMES, Sócio Efetivo do Instituto Histórico de Petrópolis.
 
O Mestre de Cerimônias foi o Orador da Academia, Cel Claudio Skora Rosty, e a leitura da Mensagem da FAHIMTB foi feita pelo Acadêmico Cel Antonio Ferreira Sobrinho.
 
O Chefe do CEPHIMEx, Gen BERGO, saudou o Cel BENTO pelos relevantes serviços prestados a Historia Militar, fazendo entrega da Medalha Sesquicentenário da Guerra da Tríplice Aliança.
Seguiu-se Coquetel de confraternização oferecido pela DPHCEX, com o lançamento dos livros AMAZÔNIA BRASILEIRA, do Coronel Claudio Moreira Bento, e A COBRA VAI FILMAR – A 2ª Guerra no cinema brasileiro, de Daniel Mata Roque.
daniel mata roque2Adquira AQUI o seu exemplar da obra “A Cobra Vai Filmar” do escritor e cineasta Daniel Mata Roque por R$35 no site oficial da produtora Pátria Filmes
A obra reflete sobre os principais motivos políticos e sociais da escassez de obras cinematográficas sobre o Brasil na Segunda Guerra Mundial desde a dissolução da Força Expedicionária Brasileira há mais de 70 anos atrás.
 
Enviado por Israel Blajberg

COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

WordPress Themes