Lançamento do Livro “5º BE Cmb Bld – 100 Anos de História”

equipe

Em pé: TenCel Gláucio Silva, SubCmt; STen Parizzotto; 2º Sgt Eros José Sanches; TenCel Carlos Eduardo Franco Azevedo, Cmt 5º BE Cmb Bld; Cel Eduardo Falcão de Oliveira, ex-Cmt; TenCel Rubens Pedro Bom, ex-Cmt, Cel Santa Rosa, ex-Cmt. Sentados: Dr. Flávio Juarez Távora; Darcy Landsberg Tavora; Prof. Jairo Clivatti; Gen Bda José Luiz de Paiva, ex-Cmt; Gen Bda Fernando José Sant’Ana Soares e Silva; Anízio de Souza, Prefeito de PU; Prof. Fahena Porto Horbatiuk; Jair Brugnago, Vice Prefeito de UV.

capa

Capa da Obra

A história do 5º BE Cmb Bld começou a ser contada em livro no ano de 2004, pela iniciativa do Coronel da reserva Dorio Elias Sava, com o suporte dado pelo Tenente-Coronel José Luiz de Paiva, Comandante do Batalhão, que permitiu o primeiro esforço para a organização de um livro contando a história do Batalhão. Naquela oportunidade foi coligido um vasto material de pesquisa. O último e decisivo impulso para a consecução do livro ocorreu em 2012, sob o Comando do Coronel Edilson Oliveira, que ensejou a continuidade das pesquisas efetivadas pelo 2º Sargento Eros José Sanches. Finalmente, em 2014, o atual Comandante da Unidade, Tenente-Coronel Carlos Eduardo Franco Azevedo, possibilitou o prosseguimento e a conclusão do primeiro volume (tomo) do livro “5º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado – 100 Anos de História”, publicado pelo Conselho Editorial da UNIUV. Essa obra, em seu primeiro volume, é a saga da centenária história do 5º BE Cmb Bld, Organização Militar tradicional do Exército Brasileiro.

moçãoO 2º Sargento Eros José Sanches foi homenageado pela pesquisa do livro e o TenCel Carlos Eduardo Franco Azevedo, Comandante do Batalhão, recebeu a homenagem pelo aniversário do 5º BE Cmb Bld, em 1º de maio. Ambos receberam a Moção Honrosa das mãos do Vereador Osmar Alves Martins na Câmara dos Vereadores em Porto União.

Apresenta sete capítulos, abordando uma síntese biográfica do seu Patrono, Marechal Juarez Távora; a criação e organização da OM e suas denominações ao longo dos anos; as instalações que ocupou nas cidades que a sediaram; a história de seu Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva (NPOR); sua participação na fundação da UFPR e na alfabetização da juventude, por meio da Escola Regimental; o comando dos chefes militares que estiveram à frente do Batalhão; e a evolução da doutrina militar na história do 5º BE Cmb Bld. O livro é ilustrado com mais de 200 fotos, muitas das quais coloridas. O trabalho contou com o empenho de uma Comissão Organizadora: o Tenente-Coronel Carlos Eduardo Franco Azevedo, Presidente da Comissão, fez a revisão da obra e redigiu a sua conclusão; o Tenente-Coronel Gláucio Érico de Almeida Silva, Vice-Presidente da Comissão, foi o autor do Capítulo VII, “A Evolução da Doutrina Militar no Século XX e o Batalhão nos Dias de Hoje”; e o 2º Sargento Eros José Sanches, Organizador da obra, ficou responsável pela pesquisa história e redação do livro. O livro, possui ainda, prefácio do General de Brigada José Luiz de Paiva, ex-Comandante do Batalhão.

.

Entre em contato com o 2º Sargento Eros José Sanches ou envie um e-mail para: erosanches@hotmail.com


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

7 comentários

  1. zé roberto /

    o fantasma do neonazismo ronda a Europa. ver no site a voz da RUSSIA. na frança, alemanha, belgica, noroéga, suécia, suiça, finlandia, grécia, letonia, holanda, italia e ucrania partidos de extrema-direita estão tomando forma e cresçendo cada vez mais. na ucrania patrocinado pelos EUA o novo governo de kiev é também de origem extrema-direita. em breve todo o continente Europeu e toda sua população cansada da crise economica e culpando os imigrantes por causa disso estarão tomado pelo neonazismo. deixando infelizmente em vão a luta e vitória a quase 70 anos atrás dos heróicos russos, americanos e pracinhas brasileiros sobre as forças nazistas. só Deus pode destruir o nazismo, nós não vamos destruir nada.

  2. zé roberto /

    as quase 70 anos atrás foi derrotado o regime nazista, mais quase 70 anos depois a IDEOLOGIA do nazismo no coração de milhões de pessoas ainda não foi destruido. cortaram os tentaculos mais deixaram o cerebro do polvo gigante ainda intacto

  3. zé roberto /

    temos que destruir a fonte não os membros. pois sem a fonte de nada servem os membros

  4. zé roberto /

    mas tranquilo companheiros a luta de voces pracinhas brasileiros valeu a pena voces são vitóriosos para sempre

  5. claras palavras /

    a guerra é horrivel. que nunca tenhamos que passar por ela assim como nossos heróicos pracinhas brasileiros passaram na itália. pois todo ex-combatente que volta para casa vivo da guerra, tem por toda a vida em sua memória os rostos de cada combatente inimigo que matou na guerra e que viu morrendo. 10, 20, 70, 200 não importa quantos matou na guerra, ele lembrará de cada um deles acordo e até em sonhos. por isso amigos não tenhamos a esperança para ir para o front que esse site seja apenas uma eterna homenagem aos nossos heróicos pracinhas brasileiros. e lembrem-se a guerra é horrivel!

  6. Floresnal Schimidt /

    Olá! Em 1983 tive o prazer de ser comandado por este grande Militar, General Paiva, então 1º Tenente, fico feliz em saber que ainda temos militares de valor como este. Parabéns! General Paiva.

  7. Paulo Zilmar Grolli /

    Passei 5 anos dentro dessa organização, 4 anos na SMOB, junto com o Ten. Aguinaldo, sgt Araldi, Cb Chapula, foi uma experiência maravilhos, fiz vários amigos e um deles foi o sGt Sanches que na minha época era cb, motorista dos blindados.

Deixar um comentário

WordPress主题