José Demuner – A cobra vai fumar!

Quero expor aqui uma pequena passagem da minha vida.

Desde pequeno eu dizia que iria para a guerra. Então, quando chamado para o Exército, fui me despedir de meus avós, que moravam distantes de minha casa – na roça. São Paulo do Rio Perdido, no município de Santa Teresa – Espírito Santo.

Meu avô sabendo disso me deu uma oração de súplica patriótica a São Rafael pelo Brasil. Isto remonta a 1941, e de lá para cá ando sempre com uma cópia comigo, onde quer que vá, e levando também uma cópia para todos aqueles a quem estimo, como vocês.

Apresentei-me no Primeiro G.A.D, em novembro de 1941, no quartel em Campinho, cidade do Rio de Janeiro, e continuei sempre dizendo a mesma coisa: Nós vamos para a guerra.

Quando criança ainda não havia estourado a Segunda Grande Guerra Mundial, mas àquela época sim. Veio a época da baixa, e nada, e eu comecei a falar: a cobra vai fumar. Meus colegas ficavam aturdidos, perguntando o que significavam minhas palavras. Guiado pela minha velha intuição, reafirmava que nós íamos para a guerra.

“Deixa disso”, diziam, mas eu repetia, a cobra vai fumar.

Cheguei a ler num número da revista ”O Expedicionário” do ano de 1980, que alguém se dizia autor desta frase, mas discordo totalmente, já que tenho certeza de ser o autor desta frase que se tornaria uma gíria. Todos os que conviveram comigo podem confirmar esta autoria, a despeito de a maioria destes colegas não gostarem nem um pouco do meu presságio, muito menos da confirmação.

VeteranosO Regimento citado acima foi transformado, e se transformou no Primeiro R.O.Au.R, e embarcamos no Primeiro Escalão. Eu tomei parte em todos os combates no Teatro onde Operações da Itália.

Um belo dia fui duramente metralhado por um avião alemão, e junto a mim morreram seis soldados, embora eu fosse o alvo, já que ficava comigo a então poderosa metralhadora .50 .

Estávamos guarnecendo um ponto estratégico ao pé de Monte Castello. Graças a Deus, em nem ferimento tive, e credito o fato à presença da oração de meu avô em meu bolso.
Ao chegar de volta da Guerra mandei fazer um quadro e o instalei no Convento de Nossa Senhora da Penha, em Vila Velha, onde moro. Em meio a milhares de trabalhos inscritos, o meu foi classificado junto com outros 27 e foi publicado no livro de rezas de Nossa Senhora da Penha.

Seguia ao quadro os dizeres:

“Uma oferta do casal José Demuner e Maria Cravo Demuner a Nossa Senhora da Penha, pela grande graça alcançada”.

Eu, ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira (FEB), tendo servido à Nação durante três anos dentro do País, no Distrito Federal (RJ), no quartel de Cascadura no Primeiro R.O.Au.R.

No dia 2.7.44 embarquei no primeiro contingente da FEB, tendo permanecido durante um ano em campos de batalha da Itália, em combate contra os nazistas, sendo muitas vezes alvejado, mas levei apenas uns pequeninos ferimentos, graças obtida por Nossa Senhora da Penha, de quem somos devotos”.

Na chegada ao Rio de Janeiro, vindo da Itália, um grupo de mulheres, conhecido como as mulheres de Jacarepaguá, confeccionou uma grande bandeira brasileira para nosso Regimento. A entrega foi feita na Praça Seca em Jacarepaguá, no dia 19 de março de 1944, uma solenidade em que fui destacado para a guarda de honra, juntamente com outros três soldados: um cabo, um sargento e um oficial.

Também participei de uma solenidade na Praça Paris, Lapa, RJ como guarda de honra da Bandeira Brasileira, na presença do então presidente Getúlio Vargas e ministros. O pendão foi entregue por um grupo das mais destacadas alunas do Instituto de Educação do Rio de Janeiro, e ali se desenrolaria a despedida da Força Expedicionária Brasileira.

Pessoas marcadasVeteranos e autoridades

Lembrando outra passagem interessante volto à Itália, rememorando Quatro Castello, um ducado, onde eu, outro soldado e um major – no meio de tantos componentes das tropas de nações do mundo ali presentes – tivemos a sorte e a honra de sermos escolhidos hospedes do ilustre Duque de Quatro Castello. Ficamos 15 dias em seu maravilhoso castelo, e a grande mansão, com bosque a caças franqueadas a nós pelo anfitrião.
Participamos de grandes bailes, com as mais importantes personagens da região e de outras localidade da Italia. Foi uma grande festa, marcando para nós o fim de um ano marcado pelo tormento de uma guerra insana e assassina .

Transcrevo agora a ORAÇÃO:
Súplica Patriótica a são Rafael pelo Brasil

Glorioso São Rafael, arcanjo tutelar do Brasil, conclui a obra de pacificação deste grande País, iniciada a 24 de outubro de 1930. Guiai e protegei os brasileiros, alcançando-lhes de Deus, a “paz constante e a prosperidade completa”, tão ardentemente desejada e tão insistentemente rogada, diariamente em todo o País, diante de Jesus Hóstia, desde as mais suntuosas basílicas e catedrais, até as mais humildes matrizes e capelas…
Salve o Brasil dos grandes perigos que o ameaçam, especialmente do comunismo, e do nazismo, como ao jovem Tobias livraste das garras do perigoso monstro. Fazei com que os dirigentes desta formosa Pátria, assinalada pela luminosa constelação do cruzeiro, conheçam e se afastem das trevas, do agnosticismo oficial e se orientem pelo farol da fé católica, assim como livrastes da cegueira ao velho Tobias.

Colaborador:
José Demuner, veterano da Força Expedicionária Brasileira.


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

11 comentários

  1. isalete leal /

    A cada dia que passa mais notícias e histórias aparecem desses grandes combatentes. Meu respeito e agradecimento a mais um HERÓI de nossa Nação.

  2. Renato Luckow Junior /

    Aqui não há quem nos detenha, BRASILEIROS NÓS SOMOS,NÓS SOMOS BRASILEIROS !
    Mais um dos 25 mil herois desse Brasil gigantesco !

  3. Ricardo Bieri /

    Muito legal esta Oração; já a copiei e a transqrevi nos meus Informativos sobre a FEB. Abraço a todos!

  4. Mateus Barato /

    Obrigado por tão bem nos repersentar e defender a Pátria!!!
    O Brasil precisa conhecer seus verdadeiros heróis, que lutaram pela paz e democracia!
    Muitas bênçãos de Deus!!!

  5. MUito legal saber mais sobre a historia do meu biso.. Beijos vovô.

  6. ele foi alvo de um aviao alemao que os metralhou sem piedade matando 6 amigos dele e ele saiu vivo com alguns arranhoes,deveria de ser un dos ultimos avioes alemaes porque o esquadrao polaco da raf ja possuia a superioridade aerea na italia e tambem tinha o apoio da senta pua forca aerea brasileira com os cacas thunderbolt fabricacao americana que davam apoio para a infantaria brasileira no monte castelo,que infeliz esse aviao alemao pois naum tinha mais base para ele na italia fujiu sozinho :)

  7. Giuseppe Pertica /

    Obrigado pra saber dessa historia, tenho orgulho do senhor por quanto foi feito dos meus irmaoes brasileiro na segunda guerra mundial, aquela joventude brasileira deu a força a meus pais pra poder ter uma familha e como é o jogo da vida
    aquele jovens brasileiros fizeran com que na ITALIA pode ter uma vida tranquilla como todo mundo quer.
    Todos anos estou em PISTOIA, me chamo GIUSEPPE PERTICA
    nassi no RIO DE JANEIRO
    agradeço DEUS porque nassi no BRASIL e tive uma familha
    meu pai MICHELE (MIGUEL) e minha mae LEONARDANTONIA ( ANTONIETTA) o BRASIL esta escrito na minha vida e o BRASIL
    me deu a vida, OBRIGADO E’ pouco, nao tenho palavras,
    obrigado a vc FEB vc esta pra sempre no meu coraçao.

    GIUSEPPE PERTICA.

  8. Giuseppe Pertica /

    JOSE’ DEMUNER espero um dia de conheçer o senhor em PISTOIA
    pra dizer uma palavra so OBRIGADO,
    peço desculpa talvez escrevo errado a nossa lingua,
    espero que ve essas palavras.

    perticagiuseppe62@yahoo.it

    Este é meu endereço e-mail
    estou a completa disposiçao da FEB.
    Sou conheçido do amigo MARIO PEREIRA
    filho do faleçido MIGUEL PEREIRA
    o primeiro praçinhas que conheçi
    em 1975 em PISTOIA.
    Obrigado pela atençao.
    DEUS que proteje vc e familha, um abraço.
    Aguardo resposta.

    GIUSEPPE PERTICA

  9. Cláudio Lopes /

    Sr. José Demuner: que honra ler sua crônica. Um soldado que operou a .50! Um Herói! Um Homem! Um Brasileiro!

  10. Me causou certa estranhesa no texto da oração São Rafael aparecer com letras maiusculas e Deus com minusculas.

  11. Muito obrigado por ter arriscado sua vida para garantir nosso futuro.
    Meu avô também serviu na guerra e tenho muito orgulho dele e de todos os combatentes.
    Os brasileiros devem dar mais valor a vocês.
    Se Deus quiser terei a honra de servir ao meu pais e defende-lo.
    Queria muito poder conhece-lo.
    Abraço e muito obrigado.

Deixar um comentário

WordPress主题