Expedicionário Antonio Attard

 

Soldado Antonio Attard, morava em São Paulo e com 22 anos foi convocado a ser um herói expedicionário.

A princípio a convocação foi para o 6 RI e chegando à Itália foi incorporado ao Depósito de Pessoal no qual permaneceu até o término da guerra. Embarcou para a Itália no terceiro escalão, em 23/11/44 e retornou em 03/10/45.

Por lá viveu inúmeras experiências e histórias, as quais sempre contou a filha e netos. Após seu retorno da guerra casou-se com Izabel, sua noiva que deixou no Brasil a sua espera. Trabalhou no comércio até sua aposentaria, quando foi morar na cidade de Santos-SP, retornando a São Paulo apenas em 2010.

Antonio Attard nos deixou no final de 2012, mas sempre será lembrado como um herói de sua pátria, a qual representou bravamente na Segunda Guerra Mundial.  

Colaborador: Adriano Attard


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

3 comentários

  1. Izabel Lima /

    Meu pai Manoel Aires de Oliveira lutou em Monte Castelo.Foi condecorado por ato de bravura.É citado no livro Sangue,Amor e Neve.

  2. Adriano Attard /

    Parabéns Izabel , realmente é uma honra ter um expedicionário na família.
    Abç

  3. Daniel Pimentel /

    Meu avô, Ten. Dirceu de Menezes Pimentel, comandou o 1o Btl, regimento Sampaio, na Itália. Também é citado no livro. Abs!

Deixar um comentário

Weboy