Casa da FEB concede medalha post-mortem para enfermeira a Helena Ramos

Helena RamosMEDALHA MARECHAL MASCARENHAS DE MORAES POST-MORTEM
 
2º TENENTE-ENFERMEIRA HELENA RAMOS
 
Helena Ramos nasceu no Rio de Janeiro-RJ (então Distrito Federal) em 08/09/1908 e faleceu na mesma cidade em 12/11/1977.
 
Voluntariou-se para a Segunda Guerra Mundial, para ser enfermeira da FEB, em 1943. Seguiu para a Itália com o 4º Grupo de Enfermeiras, partindo do Rio de Janeiro em 09/08/1944 e retornando em 09/06/1945. Por necessidade de serviço, atuou em diversos hospitais durante a guerra. Dentre eles destacam-se o 38º Evacuation Hospital (inundado pelo transbordamento do Rio Arno e evacuado às pressas por médicos, enfermeiras e pacientes) e o 16º Evacuation Hospital (atingido e destruído parcialmente por um incêndio), onde serviu por mais tempo, classificada nas enfermarias de Clínica Médica.
 
Foi agraciada com a Medalha de Campanha, a Medalha de Guerra, a Medalha da Cruz Vermelha e a Medalha Comemorativa da Repatriação das Urnas dos Mortos da Segunda Guerra Mundial.

ADQUIRA JÁ a obra “Sob a Luz dos Santares” que aborda a experiência da enfermeira em forma de peça de teatro

 No pós-guerra, participou da fundação do Clube de Oficiais Enfermeiras de Guerra (COEGUE) em 1957 e foi Diretora do Departamento Feminino da Associação dos Ex-Combatentes do Brasil – Seção Distrito Federal (hoje Rio de Janeiro) entre 1952 e 1954, sendo ainda membro do Conselho Deliberativo da AECB por vários anos.
Corpo de Enfermeiras Voluntarias da FEBCorpo de Enfermeiras Voluntárias da FEB (Helena Ramos é a sexta da esquerda para a direita)
Helena Ramos voluntariou-se para lutar em uma guerra que viria a ser o maior conflito armado da história. Ao invés de arma, empunhou a Cruz Vermelha para amenizar o sofrimento de compatriotas, aliados e até mesmo inimigos. Pioneira, fez parte do primeiro contingente de mulheres oficiais integradas ao Exército Brasileiro, herdando as tradições de Maria Quitéria e Ana Néri. Foi uma heroína brasileira.
Enfermeiras da FEB de volta ao Rio de Janeiro, em julho de 1945
Enfermeiras da FEB de volta ao Rio de Janeiro, em julho de 1945 (da esquerda para a direita Elita Marinho, Helena Ramos e Antonieta Ferreira)
Por não ter deixado descendência direta, propõem-se que receba a homenagem em seu nome o Dr. Olímpio de Santa Rita Mata, seu primo.
 

COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

Premium WordPress Themes