Anjos de Branco – Elza Ferreira Vianna

Durante a Segunda Guerra Mundial milhares de pessoas foram submetidas ao horror das bombas mortíferas, a intolerância da insanidade, a ausência da justiça, a constância da destruição, ao terror dos campos de concentração, a perda de entes queridos, a violência explicita, a subtração dos bens pessoais, a violação da dignidade e a incerteza do amanhã.

Em determinado momento o mundo se uniu para acabar com os absurdos do conflito. O Brasil, por intermédio da Força Expedicionária Brasileira, deu sua parcela de colaboração enviando homens e mulheres para lutar na Itália.

Elza Ferreira Vianna, foi uma das poucas mulheres que disponibilizou o seu conhecimento para, pelo menos em parte, reduzir a dor de muitos. A enfermeira da F.E.B. entendeu que o risco que correria seria compensado pelas dezenas de vidas que ajudaria salvar na enfermaria do 7th Station Hospital em Livorno.

Classificada nas enfermarias de Cirurgia e dietética, Elza dedicou-se tanto ao serviço que se esqueceu de cuidar de sua própria saúde. A filha de Abner Ferreira Vianna e Maria Bentes Vianna, imbuída da missão que lhe fora atribuída, não ouviu as recomendações das amigas e dos médicos para que descansasse. Ignorando os avisos dos colegas e os sinais do corpo, Elza Ferreira teve que ser internada. O diagnostico: esgotamento.

Nascida no Rio de Janeiro – RJ, Elza Ferreira Vianna diplomou-se no Curso de Enfermagem de Guerra da Cruz Vermelha Brasileira e no curso de Emergência de Enfermeiras da Reserva do Exército (CEERE). O que aprendera na teoria foi exaustivamente praticado na Itália. Seu esforço e empenho constante para com os pacientes foram devidamente reconhecidos pelo Exército Brasileiro e Exército Americano.

No ato de licenciamento publicado na Portaria 8.553, de 14 de agosto de 1945, toda dedicação da 2ª Tenente Enfermeira da Força Expedicionária Brasileira, Elza Ferreira Vianna, foi materializada em duas condecorações: Medalha de Campanha e a Medalha de Guerra (Exército Brasileiro) e Distintivo “’USA Meritorium Service” (Exército Americano).

 

                        Fonte de apoio e consulta:

VALADARES, Altamira Pereira. Álbum Biográfico das Febianas. Batatais – SP: Centro de Documentação Histórica do Brasil. 1976. 116p.

Nota do Colaborador: caso algum leitor tenha alguma foto da Elza, adoraríamos publica-la. A foto acima foi a única que conseguimos.

Colaborador:  Vanderley Santos Vieira, é Jornalista, especialista em Comunicação, Oficial R2 (Infantaria) do Exército Brasileiro, Tecnólogo em Administração de Empresas, Escritor, Pós-graduado em Planejamento Estratégico e possui o Curso de Política e Estratégia da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra. Atualmente desempenha a função de Gerente em uma Multinacional, instrutor, Voluntário da Defesa Civil de Campo Grande – MS e Sócio Especial da ANVFEB/MS.

Possui as seguintes honrarias: Medalhas: de Serviço Amazônico; Mérito da Força Expedicionária Brasileira; Marechal Machado Lopes; Medalha Cruz da Paz; Marechal Cordeiro de Farias; Mérito da Força Expedicionária Brasileira da Câmara dos Vereadores de Campo Grande – MS; Mérito Legislativo de Campo Grande; Mérito Rondon – Academia de Estudo de Assuntos Históricos – MS e Distinção Emblema de Oro – Instituto Técnico “Promoción Profesional Del Ejército” Bolívia.


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

Weboy