Aliança Brasil-Estados Unidos: Nova História do Brasil na Segunda Guerra Mundial

JuruaPor Dennison de Oliveira**

Decorridos 70 anos do fim da Segunda Guerra Mundial a aliança militar entre Brasil-EUA ainda desperta indagações e controvérsias. Dentre estas cabe citar o programa do Lend Lease, pelo  qual o Brasil se beneficiou de vantajosos financiamentos para aquisições de bens de interesse  militar nos EUA. Também permanece obscura a forma pela qual foram criadas aqui unidades militares inteiramente novas, dedicadas a manusear tanques e gases venenosos; as pressões pela americanização total do Exército Brasileiro; o treinamento e assessoria da Força Expedicionária Brasileira (FEB) no Brasil e na Itália;  as tentativas estadunidenses de se opor à desmobilização da FEB ao fim da guerra, etc. Este livro examina tais questões à luz de documentos até aqui inéditos, além de revelar fatos desconhecidos como as políticas não escritas para vedar acesso brasileiro a tecnologias militares estadunidenses, o domínio do mercado da aeronáutica civil brasileiro pelos EUA, o destino dos pacientes militares brasileiros internados em hospitais estadunidenses e o obscuro “Projeto Sul” de 1944, o qual previa a eventualidade de uma guerra contra a Argentina.

Palavras chave:

Segunda Guerra Mundial; aliança Brasil-EUA; comissões militares conjuntas

Motivos para a aquisição da obra

O estudo das relações Brasil-EUA tem sido decisivamente impactado pela progressiva abertura de novos arquivos à consulta dos pesquisadores. Novas interpretações sobre temas já conhecidos e a colocação de novos objetos de pesquisas tem sido possibilitadas pela liberação de acervos documentais até aqui de uso restrito. Este livro é baseado em extensas consultas a documentos inéditos, propondo extensa revisão na forma pela qual encaramos a aliança militar entre Brasil e EUA na Segunda Guerra Mundial e como avaliamos os limites e possibilidades da ação brasileira  no âmbito das relações internacionais àquela época. Trata-se de um novo patamar  no Estado da Arte dos estudos das relações Brasil-EUA indispensável a todos que se interessam pelo tema.

Relevância do tema abordado

A noção de realidade presente é dada principalmente  pelo conhecimento Histórico. Assim, na medida em que se atualiza e altera o conhecimento que temos do passado, provavelmente também mudará a forma pela  qual encaramos o presente. Esse livro pretende contribuir, através da proposta de  uma Nova História do Brasil na Segunda Guerra Mundial, para alterar a forma pela qual concebemos o papel do Brasil nas relações internacionais e a forma pela qual encaramos o potencial dos recursos nacionais. Neste livro são descritas a cooperação e os conflitos entre Brasil e EUA em torno das medidas e ações militares conjuntas durante a Segunda Guerra Mundial, os recursos com que contava o país para atingir seus objetivos nacionais, e o ambicioso projeto de converter o Brasil num país autossuficiente na produção bélica, capaz de exercer sua hegemonia por toda América do Sul.

Áreas de abrangência do estudo

Relações Internacionais, Direito Internacional, Estudos Estratégicos, História Militar, História Contemporânea

Dennison

 Segundo o autor:

Este livro pretende ser inovador no conteúdo e revolucionário na forma. Inovador no conteúdo porque tem muitas novidades e descobertas, resultado da consulta à diversos arquivos nacionais e estrangeiros até então não-explorados. E revolucionário na forma porque pela primeira vez se oferece ao leitor a oportunidade de conferir na íntegra todos documentos citados no livro: é uma oportunidade que se abre a todos leitores de serem participantes do debate sobre a forma pela qual foram interpretadas e traduzidas as fontes históricas que embasaram a pesquisa: boa leitura!

Sinopse do livro

Brasil e Estados Unidos foram aliados na luta contra a Alemanha Nazista durante a Segunda Guerra Mundial. A aliança rendeu aos EUA acesso ao território brasileiro, na forma de bases aéreas e navais, indispensáveis ao esforço de guerra, bem como ao fornecimento de alimentos e matérias-primas do Brasil necessário às suas indústrias bélicas. Em troca, o Brasil recebeu financiamento para aquisição de usinas, fábricas, armas, veículos e munições de origem estadunidense. Brasil e Estados Unidos realizaram ações militares conjuntas de terra, mar e ar, nos Teatros de Operações do Atlântico Sul e do Mediterrâneo, o que contribuiu de forma significativa para a vitória Aliada sobre o Eixo na Segunda Guerra Mundial. Para viabilizar essas ações foi fundamental o papel desempenhado pelas comissões militares conjuntas constituídas àquela época: a Joint Brazil United States Defense Commission – JBUSDC (Comissão Conjunta de Defesa Brasil Estados Unidos – CCDBEU) com sede em Washington (EUA) e a Joint Brazil United States Military Commission – JBUSMC (Comissão Militar Conjunta Brasil Estados Unidos – CMCBEU) com sede no Rio de Janeiro (RJ). Este livro se dedica a examinar, à luz das revelações contidas em arquivos recentemente liberados para consulta, as negociações no interior destas comissões entre os membros estadunidenses e brasileiros em torno de temas como: a americanização do Exército Brasileiro, o domínio do mercado aeroportuário do Brasil pelos EUA, a formação, emprego e desmobilização da Força Expedicionária Brasileira (FEB), dentre tantos outros fatos até aqui desconhecidos.

Adquira já o seu exemplar no site oficial da Editora Juruá

Envie um e-mail direto para o autor para palestras kursk@matrix.com.br

 **É Pós-Doutor em Estudos Estratégicos pela Universidade Federal Fluminense (UFF, 2014), Doutor em Ciências Sociais (1995) e Mestre em Ciência Política pela Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP, 1991), bacharel e licenciado em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR, 1987). Atua nos programas de pós-graduação em História da UFPR e da Escola de Comando e Estado Maior do Exército (ECEME). Publicou pela Editora Juruá os livros “Os Soldados Brasileiros de Hitler” (2008), “Os soldados alemães de Vargas” (2008), “O Tunel do Tempo: um estudo de História e Audiovisual” (2010) e “História e Audiovisual no Brasil do Século XXI” (2011).


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

Deixar um comentário

Free WordPress Themes