A Polícia de São Paulo nos campos da Itália

Um livro de Paulo Adriano L. L. Telhada (Ten-Cel Telhada)

Introdução

Este livro estuda o Pelotão de Polícia Militar da Força Expedicionária Brasileira, criado em 1943 quando da constituição da Primeira Divisão de Infantaria Expedicionária, durante a Segunda Guerra Mundial.

Originalmente o Pelotão de Polícia foi criado tendo base homens da Guarda Civil de São Paulo, sendo os Oficiais e Sargentos dos quadros de efetivo do Exército Brasileiro.

O presente trabalho objetiva explicar de uma maneira genérica o início da Segunda Guerra Mundial, o motivo do envolvimento do Brasil na guerra, a criação e envio da Primeira Divisão de Infantaria Expedicionária à Itália e um histórico da criação do pelotão da Polícia Militar, que originou a atual Polícia do Exército.

Para tanto, iniciaremos o estudo alguns anos antes da declaração oficial da guerra contra os países do “Eixo”.

Daremos uma visão da tendência política da época que, a princípio, não era só de neutralidade como de pendência para o lado do autoritarismo de Adolf Hitler.

Narraremos as dificuldades para a formação da FEB, a viagem de vários dias em mar perigoso, infestado de submarinos inimigos e o desenvolvimento das tropas na Itália.

Citaremos fatos relativos ao desenvolvimento do pelotão de polícia, desde a sua formação, desenvolvimento e posterior definição como tropa de elite do Exército Brasileiro.

Finalmente entrevistamos alguns sobreviventes e teremos as biografias de todos os componentes do Pelotão de Polícia.

Livro disponível para venda AQUI na Livraria Saraiva


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

1 comentário

  1. Estou na metade do livro e “viciei-me”! Muito bom livro! Esse é para se ter em casa!!

Deixar um comentário

Premium WordPress Themes