2 Sobreviventes se encontram na Casa da FEB

Tem Dalvaro sobreviveu a 2 torpedeamentos, em 17 ago 1942 no Itagiba e no Arará, mais tarde embarcando com a FEB para a Itália em 22 set 1944. Já o Sr Aleksander Laks, Sobrevivente da 2ª. Guerra Mundial, foi prisioneiro do Gueto durante  quase toda a II Guerra Mundial, executando trabalho escravo infantil. Em  agosto de 1944 com 17 anos foi deportado para o Campo de Extermínio de  Auschwitz, tendo sobrevivido milagrosamente até 27 de janeiro de 1945,  data em que o Campo foi libertado.

Quase ao mesmo tempo em que Dalvaro embarcava para lutar contra os nazistas, Laks  era deportado para Auschwitz. A presença de ambos nesta Casa é muito importante, pelo capital simbólico da memória que representam.  Juntos manteremos erguida a bandeira da FEB, pois a mesma intolerância contra a qual lutaram ainda não desapareceu completamente nas sombras do passado.

Durante o Encontro mensal, Sr Laks encontrou tambem o veterano da Association Francaise des Ancien Combattants, Jean Witmer.  Ele serviu na Alemanha com as tropas de ocupação francesas justamente em Freiburg, cidade proxima ao campo de Flossenburg, onde o Sr Laks estava preso, tendo sido libertado justamente pelo Exército Francês, no mesmo local onde Witmer viria servir mais de 30 anos depois.

Editor do Boletim Informativo e Diretor de Relações Públicas

Prof. Israel Blajberg – Socio Especial          [  iblaj@telecom.uff.br  ]


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

3 comentários

  1. sinto orgulho de vcs grandes guerreiros, eu tive a oportunidade de conhecer um pracinha veterano,vcs são grandes guerreiros do nosso brasil.

  2. Neto Toffoli /

    Grande guerreiros, uma pena muito grande serem esquecidos, 90% do nosso país nem sabem que eles existiram, que sem treinamento algum desembarcaram para o maior conflito que o mundo ja viu, que lutaram e deram suas vidas por nós todos, e voltarama e ficaram jogados muitos ate sem um teto ao final da vida, o Brasil e seus governantes podem ter esquecidos de vocês, mais nós estamos aqui para fazerem voces serem lembrados sempre!!! E A COBRA FUMOU

  3. Helio Silva /

    Apenas corrigindo o sr. Neto Toffoli, os combatentes da FEB tiveram treinamento SIM !Tantos os combatente como as enfermeiras. Árduo,exigente e capacitante como seria esperado de uma Força Expedicionária apta a atuar em um T.O. ,instruções aqui no Brasil e posteriormente na Itália ,onde foram dotados de seu equipamento norte-americano.

Deixar um comentário

WordPress Themes