05 de Maio – Dia do Expedicionário

“…Tenho visto com muita indignação e pesar a extinção progressiva das Associações de Ex-combatentes do Brasil. Como deixamos chegar a esse patamar? É certo que a educação, em especial, a história na preservação da memória no Brasil está falida. Somos, lamentavelmente um povo sem memórias ou de memórias curtas. Gostamos ou fingimos não ligar quando apagam a nossa história. A quem disse que “Povo que não preserva sua história está fadado a repetí-la”. A cada ano, faculdades e universidades estão fechando cursos de bacharel em história. Falta professores de história nas escolas públicas em todo o território nacional. Qual será o futuro da preservação da nossa história? Está fadada a cair nas mãos de políticos inescrupulosos que gostam de apagá-las para que seus passados não sejam relembrados. As Assoociações de Ex-combatentes que já perderam para à eternidade seus valorosos associados, lamentavelmente fecharam suas portas ou caíram nas mãos de prefeitos que especulam tais locais sagrados. Fica minha pergunta: Aonde estam os filhos, netos, bisnetos e congêneres nos nossos saudosos e merecidos heróis? Cuja à dívida jamais à Pátria poderá pagar. Não há preço que pague o que estes homens e mulheres fizeram nos campos de batalha da Europa, lutaram com o sacrifício da própria vida para libertar o mundo da tirania nazi-facista que ameaçava a democracia e liberdade mundial. Eternos heróis. Vamos parentes de Ex-combatentes, arregaçar as mangas e lutar para manter viva a chama da memória dos nossos heróis Ex-combatentes, ressuscitar as Associações fechadas, renovar e cuitar muito bem das que estam ainda com portas abertas. Eles merecem muito mais do que isso. Isto é o mínimo que podemos fazer em honra dos nossos heróis abandonados pelos poderes públicos e esquecidos pelo povo brasileiro(Fico muito feliz e grato aos irmãos italianos, em especial as crianças de Pistóia, região da Toscana, que com carinho, todos os anos em data comemorativa, com muito respeito e gratidão, cantam em língua portuguesa o Hino Nacional Brasileiro no Cemitério Militar Brasileiro na Itália para homenagear nossos bravos heróis mortos em batalha).
Deixo registrado minha homenagem aos que no nobre e sobrehumano cumprimento de libertar povos da tirania, tombaram nos campos de batalha e aos que com vida retornaram ao sagrado solo pátrio, minha eterna gratidão e admiração, respeito, honra e louvor. Deus abençoe a nossa Nação onde há homens e mulheres de valor…”

Enviado pelo leitor Anisio (anisfire@ig.com.br)

Foto: Julio Polli –  Escultura “Soldado Expedicionário” de Roque de Mingo


COMPARTILHE ESSE ARTIGO!

Facebook Twitter Email Plusone



VEJA ALGUNS ARTIGOS QUE POSSAM LHE INTERESSAR!

9 comentários

  1. Mario Viana da Silva Botelho. /

    ASARESFA COM O PORTAL DA FEB.
    A associação dos amigos reservistas das Forças Armadas. ASARESFA/PE. Se faz comprometida diante todos nossos eventos marchas e encontros dos reservistas realizados no 14ºBI MTz. Jaboatão dos Guararapes. PE. De abrir um espaço de honra
    para homenagear nossos homens e mulheres que fizeram parte da Força Expedicionária Brasileira. FEB. Convidaremos os que conhecemo e colocaremos a bandeira da FEB Que grande honra nos fará se assim permitirem, Por que reservista que se preza como nós não poderia abrir mão da missão de nos tornamos colabores no resgate e preservação de um legado de glória de tão valorosos patriotas, e que hoje vivem morrendo no anonimato, Homens de honra, bravura,lealdade,fidelidade na defesa da nossa bandeira,e perante nossos suportes morais de reservistas cumpriremos o aqui escrito e como já dizia o Gen. Res. José B Queiroz. O verdadeiro soldado quando se aposenta, tira farda do corpo e a veste na alma, jamais perde a sua grandeza, a sua honra e a sua coragem.O verdadeiro amor a pátria não consiste só em amar a terra em que se vive e sim lembar e honrar as gerações que nos precederam. Nossos parabéns ao portal da FEB.
    Forte abraço.
    Começamos nos Montes Guararapes.
    BRASIL NÓS SOMOS A PÁTRIA.
    Sgt Res Botelho.
    Pres. ASARESFA/PE.

  2. Francisco Vendramini /

    É de chorar

    CONTRIBUI CONTRA SEU PRÓPRIO ENGRANDECIMENTO UM POVO QUE NÃO COMEMORA SEUS FEITOS HISTÓRICOS.

    Pelo andar da carroagem,,,,,,infelizmente,,,,,estamos a caminho de ser um povo sem glória sem rumo e sem história.

    Ia escrever alguma coisa como sempre faço, para o dia 05 de maio e passar por e-mail à amigos ( infelizmente sempre sem comentários de retôrno ) e acabei chegando aqui.
    Lí, e me lacrimeja o coração saber que nosso povo tem a tabel dos jogos dos campeonatos na cabeça mas, infelizmente é só isso que tem e nada mais.

  3. Marco Antonio Laurelli Moreira /

    Chorar e Lamentar
    Além de esquecer os nossos heróis é ver aqueles que poderiam ao menos uma vez ao ano lembrar deles, nem sequer tocam no assunto, como por exemplo, a mídia, o próprio Exército e o Governo Federal. Esqueceram dos valorosos homens que na sua juventude foram para um lugar estranho, além de passar por situações que aqui não tinham. Se analisar a letra da Canção dos Expedicionários, terão a idéia de como eram ou são estes homens; simples e de grande amor a pátria. Não pelo meu pai que lá esteve, mas por todos os valoros homens, brasileiros e simples, deveriam ser mais lembrados.
    Dia 05 de maio é o dia dos Expedicionários e o dia 08 de maio é o dia da Vitória. Alguém percebeu que tocaram no assunto?

    A todos pracinhas, sejam do Exército, Marinha ou Aeronática o meu abraço e o meu agradecimento

  4. Marco Antonio Laurelli Moreira /

    Prezado Sgt Res Botelho. Pres. ASARESFA/PE.
    O parabenizo pelo que faz em Portal dos Guararapes, mas acredito que TODO o Exército poderia fazer mais. Você faz e divulga, isso é ótimo, mas como escrevi anteriormente, mais ninguém.
    Continue nessa luta e quem sabe um dia, o Brasil se lembrá mais deles.
    Abraços

  5. Concordo com todos os comentários aqui postados é realmente lamentável que datas tão importantes como essa não seja comemorada e nem a mídia dê uma nota sequer em seus noticiários, mas isso aqui é BRASIL, fazer o que.

  6. Ranielle Macedo /

    Passei 10 anos estudando história numa universidade pública. Meu caro autor, o problema é muito mais grave do que pensamos. As universidades brasileiras vivem uma cultura radical de esquerda que criminaliza militares, em especial nossos ex-combatentes, e glorifica terroristas e assassinos. Eu e outros colegas sabemos o que passamos para trabalhar com ex-combatentes.

  7. Amigos tenho muito orgulho de ter servido ao Exército e pertencido a uma companhia de Fuzileiros, o Primeiro Batalhão de Guardas no Rio de Janeiro. Gostaria de assistir um dia a cerimônia em Pistóia, Itália em homenagem aos soldados brasileiros que lutaram contra o jogo Nazista em 1944 e 1945.Agora ficaria muito emocionado em ver as crianças italianas cantando em português a Canção do Expedicionário, muito linda, em lembrança de alguns pais de amigos que conheci que lutaram na Segunda Guerra Mundial na Itália.

  8. Por mais terras que eu percorra
    Não permita Deus que eu morra
    Sem que volte para lá

    Orgulho e gratidões eternas à FEB

  9. ANTONIO CARLOS PINTO /

    Não fui soldado, não fui expedicionário, ordem unida somente nas aulas de Educação Física do “Ginásio”; porém conheço História e sei da importância que as Forças Armadas e particularmente as Forças Expedicionárias Brasileiras tiveram nos campos de batalhas em solo italiano. Gostaria de me solidarizar com os Expedicionários neste dia e garantir que ainda há muitos e muitos que sentem orgulho de vocês. A História não será apagada! Abraços fraternos!

Deixar um comentário

Free WordPress Theme